Luto

Lula e Bolsonaro homenageiam Jô Soares

Humorista morreu nesta sexta-feira, aos 84 anos


Lula e Bolsonaro com Jô Soares no meio, em montagem
Lula e Bolsonaro prestaram homenagem a Jô Soares - Foto: Montagem

A morte de Jô Soares comoveu não apenas amigos e famosos, mas também os candidatos a presidente. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL), os dois primeiros colocados na corrida das Eleições 2022, homenagearam o humorista. Ambos foram entrevistados pelo apresentador e lamentaram a morte do artista, além deles, outros presidenciáveis também citaram o fato.

Em seu perfil no Twitter, Lula comentou a perda de Jô no início da manhã desta sexta-feira (05). "Jô Soares foi um dos atores, autores, comediantes e entrevistadores mais talentosos da história do Brasil. Seus talentos e atividades eram tantos que desafiam categorias. Uma pessoa generosa que por anos conduziu entrevistas que foram um importante espaço de debate para o país. Fui entrevistado por ele várias vezes, sempre com independência e disposição de ouvir o entrevistado. O Brasil hoje, nesse momento tão difícil, perde uma parte do seu humor, talento e inteligência. Mas nunca esquecerá da obra que nos deixou Jô Soares", escreveu.

Depois, o petista aproveitou para compartilhar alguns momentos de entrevistas antigas em que ele esteve no palco com o humorista, inclusive uma participação em 2003, já como presidente e falando sobre o projeto Fome Zero. Outros momentos marcantes foram lembrados pelo petista em suas redes sociais.

Bolsonaro também usou seu Twitter para falar do apresentador. "Independentemente de preferências ideológicas, Jô Soares foi uma grande personalidade brasileira que conquistou a todos com seu modo cômico de discutir assuntos profundos. Que Deus conforte a família e o acolha com a cordialidade que o próprio Jô recebia a todos", afirmou.

"Jô sempre fez bom uso do seu direito de livre expressão. Por muitas vezes teceu duras críticas contra mim, inclusive. Mas foi por viver num país livre, não em um regime autoritário, que ele pode exercê-lo integralmente. Essa é a beleza da democracia. No fim das contas, as divergências pouca diferença fazem na hora de nossa partida para perto de Deus. O que fica são as nossas obras, e Jô Soares deixa para o Brasil um exemplo de postura, elegância e bom humor, e, por isso, tem o meu respeito", completou o presidente.

Além de Lula e Bolsonaro, candidatos lamentam morte de Jô

imagem-texto

Não foram só Lula e Bolsonaro que falaram sobre a morte de Jô Soares, mas outros candidatos também lamentaram a partida do humorista. "O Brasil amanheceu muito triste, com menos motivo para rir e menos ágil no pensar. Perdemos Jô Soares, uma das nossas maiores referências de inteligência, talento e humor. Descanse em paz querido Jô e receba, de todos nós, aquele carinhoso e agradecido beijo bem gordo", postou Ciro Gomes (PDT).

"Uma grande tristeza. O ator, diretor, escritor, humorista e brilhante Jô Soares nos deixou nesta manhã aos 84 anos. Seus personagens marcaram nossas vidas e o Brasil aprendeu muito com sua inteligência. Meus sentimentos aos familiares e amigos. Morreram hoje o Sebá, a Vovó Naná, o Gardelon, o Zé da Galera, o Bianor, o Capitão Gay, a Norminha, o Dom Casqueta, o Reizinho, o Piloto, o Capelão, o Araponga, o Múcio, o Irmão Carmelo e tantos outros personagens do melhor humorismo brasileiro. Viva o Jô!", twittou Simone Tebet (MDB) 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias