Relembre

Em 2018, Bolsonaro descumpriu regra e bateu boca no JN

Presidente estará novamente na bancada do Jornal Nacional em 2022


Jair Bolsonaro na bancada do Jornal Nacional
Bolsonaro causou confusão no Jornal Nacional em 2018 - Foto: Reprodução/Globoplay

Jair Bolsonaro (PL) topou participar da sabatina do Jornal Nacional, prevista para o próximo dia 22 de agosto, e voltará a sentar na bancada do programa quatro anos após o primeiro encontro com William Bonner e Renata Vasconcellos. Na primeira vez, em 2018, ele causou um furacão em sua passagem pelos estúdios do programa ao descumprir regras da entrevista e bater boca com a jornalista.

Líder nas pesquisas naquela ocasião, Bolsonaro esteve na bancada do JN em 28 de agosto e havia muita expectativa para o encontro porque o candidato fazia duras críticas ao jornalismo da Globo. E a sabatina virou uma espécie de embate entre os apresentadores e o presidenciável. 

Um dos momentos marcantes foi quando ele criticou a ideologia de gênero nas escolas. “Estão ensinando em algumas escolas que homem com mulher está errado”, afirmou ao tentar sacar um livro que, segundo ele, fazia parte do material didático e que era uma espécie de 'kit-gay'. Imediatamente o candidato foi repreendido por Bonner, porque aas regras impediam a exibição de qualquer material por parte dos entrevistados.

Em outro trecho, Bolsonaro bateu boca com Renata Vasconcellos.  Ele foi questionado pela jornalista qual seria a proposta para acabar com a desigualdade salarial entre homens e mulheres. O presidenciável se esquivou e tentou comparar o salário dela com o de William Bonner. “Seu salário de deputado, nós pagamos. E sabemos qual é, como cidadã e contribuinte. O meu, na iniciativa privada, não sou obrigada a dizer. Mas o senhor saiba que não aceitaria receber menos que um homem na mesma função que eu”, devolveu ela.

Bolsonaro no Jornal Nacional

Em 2018, Bolsonaro descumpriu regra e bateu boca no JN

A confirmação de que Bolsonaro estará no Jornal Nacional em 2022 não foi tão simples. Após ser divulgada nesta sexta-feira (05) pela Globo, o caso foi encerrado depois de muitas idas e vindas. O NaTelinha mostrou na última quinta-feira (04), que a campanha do presidente estava impondo condições para a participação na sabatina e que haviam negociações em andamento com o canal.

No início da noite, o filho dele e senador Flávio Bolsonaro (PL), confirmou pelas redes sociais que o pai estaria no JN. Mas horas depois a assessoria de comunicação da Globo desmentiu o político ao afirmar que a campanha não concordou com as regras e não estaria na bancada. Isso porque, o presidenciável queria ser entrevistado no Palácio da Alvorada, mas a direção de jornalismo não topou e criou um impasse. 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias