Reportar erro
Saudades

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Nomes como Paulo Gustavo, Rodrigo Rodrigues, Agnaldo Timóteo e Nicette Bruno nos deixaram

Paulo Gustavo (à esquerda) e Nicette Bruno  (à direita) em foto montagem
Paulo Gustavo e Nicette Bruno foram reverenciados pelas suas trajetórias - Foto: Montagem
Redação NT

Publicado em 21/05/2021 às 16:01:00,
atualizado em 21/05/2021 às 16:20:20

A Covid-19 devastou milhares de famílias no Brasil, já que mais de 444 mil vidas foram perdidas desde março do ano passado, quando se iniciou a pandemia. A doença também atingiu o mundo dos famosos, fazendo com que o Brasil e todo o planeta perdessem artistas como Paulo Gustavo, causando enorme comoção no país. Outro nome que partiu por causa do coronavírus foi Nicette Bruno, grande dama do teatro e da TV.

O universo artístico sofreu um forte impacto por causa das medidas de isolamento e restrições adotadas para impedir a propagação do vírus, mas isso não impediu que algumas perdas ocorressem ao longo dos meses. Não por acaso as mortes dos famosos sempre chamam muito atenção do público, que se comovem com os falecimentos.

Apesar da vacinação estar avançando em todo o mundo, ainda há preocupação com a possível contaminação da doença em algumas pessoas. Por isso tem sido importante destacar e relembrar aqueles que partiram por causa da Covid-19.

Confira:

Paulo Gustavo

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Paulo Gustavo morreu no dia 4 de maio deste ano. Ele tinha 42 anos e estava internado em estado grave no Hospital CopaStar, localizado na zona sul do Rio de Janeiro, desde o dia 13 março. O ator era casado há cinco anos com o dermatologista Thales Bretas e tinha dois filhos gerados por barriga de aluguel.

Com 11 anos de carreira, Paulo ganhou projeção no país com o sucesso da personagem Dona Hermínia no filme Minha Mãe é uma Peça (2013). A sequência do longa produzida em 2016 está entre os cinco filmes mais assistindo na história do cinema nacional.

O falecimento do comediante teve enorme comoção em todo país, com várias homenagens de artistas. O trabalho do ator foi relembrado por diversos telejornais, como o Fantástico, e sua missa de sétimo dia foi exibida pelo Multishow ao vivo.

Nicette Bruno

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Morreu no dia 20 deste mês, aos 87 anos, a atriz Nicette Bruno. Ela estava internada desde o fim de novembro com Covid-19 na Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro. A veterana foi casada por mais de 40 anos com o também ator Paulo Goulart (1933-2014), com quem teve três filhos, todos artistas: Bárbara Bruno, Beth Goulart e Paulo Goulart Filho.

Nascida em 1933, em Niterói, Nicette Bruno esteve atrelada à arte desde criança, com vários familiares no meio artístico. Teve suas primeiras experiências no palco na década de 1940. Foi também uma das pioneiras da televisão no Brasil, atuando no veículo desde os anos 1950.

Nos anos 1980, assinou com a Globo e firmou-se na emissora. Atuou em Louco Amor (1983), no remake de Selva de Pedra (1986), A Próxima Vítima (1995) e foi a Dona Benta no Sítio do Picapau Amarelo, entre 2001 e 2004, entre várias outras produções. Seu último trabalho na TV foi uma participação especial na nova versão de Éramos Seis, no início de 2020.

Daniel Azulay

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

O artista plástico e desenhista foi um dos primeiros nomes famosos a morrer por Covid-19 no Brasil. A morte de Azulay, em março, comoveu fãs e personalidades notórias na mídia. Aos 72 anos, ele lutava contra a leucemia, quando contraiu o coronavírus.

Entre os primeiros a comentar a morte de Daniel Azulay, Felipe Neto se mostrou abalado com a notícia. "Daniel Azulay marcou a infância de toda uma geração e impactou várias outras. Agora, nos deixa graças aa Covid-19... Que tristeza absurda", escreveu o influenciador digital.

Ismael Ivo

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Em junho de 2020, Ismael sofreu dois AVC's (Acidente Vascular Cerebral), mas ele se recuperou e não ficou com nenhuma sequela. Porém, em abril deste ano, não resistiu as complicações da Covid-19 e morreu no Hospital Sírio-Libanês após ficar um mês internado.

De origem humilde, foi criado pela mãe, uma empregada doméstica, e começou a perceber que sua vocação era para a dança. Ele conseguiu espaço na área e conquistou diversos públicos ao longo da sua carreira.

Agnaldo Timóteo

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Morreu na manhã do dia 3 de abril deste ano, aos 84 anos, o cantor Agnaldo Timóteo, por complicações da Covid-19. Ele foi internado em 17 de março e estava desde o dia 27 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Casa São Bernardo, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O cantor nunca se casou, mas teve três filhos: Márcio Timóteo, Marcelo Timóteo e Cícero Teixeira. Seu sobrinho, Timotinho, vinha atualizando amigos e fãs do estado de saúde do tio. Uma semana antes de falecer, o artista havia sido intubado em uma tentativa de melhorar a lenta recuperação dos pulmões.

Irmão Lázaro

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

No dia 19 de março deste ano, o cantor gospel e ex-integrante do Olodum morreu aos 54 anos por causa da doença. Ele ficou internado há quase um mês na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em um hospital de Feira de Santana. No ano passado, o músico foi eleito vereador de Salvador e vinha desempenhando a função do parlamentar.

Segundo a família de Lázaro, ele tinha sido diagnosticado com o novo coronavírus no dia 15 de fevereiro e fazia o tratamento em casa. Contudo, uma semana depois, ele sentiu desconforto e febre, por isso decidiu procurar um médico para poder saber como deveria se cuidar.

Quando chegou ao hospital, ele fez exames e ficou constatado que metade dos seus pulmões estava comprometido. Os médicos decidiram deixá-lo internado em um leito clínico. Três dias depois, o cantor precisou ser transferido para a UTI. O seu último boletim médico apontava que seu quadro clínico era muito delicado.

Edson Montenegro

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

No dia 20 de março deste ano, Edson morreu por complicações da Covid-19. Conhecido pelo filme Cidade de Deus, em que interpretou o pai do protagonista Buscapé (Alexandre Rodrigues), ele estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Paulistano, em São Paulo.

Antes de despontar no teatro e no cinema, especialmente no filme de Fernando Meirelles, Edson Montenegro fez trabalhos na TV. Integrou o elenco das novelas Antônio Alves Taxista (1996), no SBT, Xica da Silva (1996), na Manchete, e da minissérie Dona Flor e Seus Dois Maridos (1998), na Globo, entre outros títulos.

Genival Lacerda

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Em janeiro de 2021, Genival Lacerda morreu vítima de complicações da Covid-19, aos 89 anos. O cantor lutava contra a doença desde 30 de novembro, quando foi internado na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital Unimed I, em Recife, Pernambuco. Em estado grave, o artista estava respirando com a ajuda de aparelhos. A notícia sobre o falecimento do cantor foi anunciada pelo filho dele, Genival Lacerda Filho, por meio de suas redes sociais.

No mês de maio do ano passado, Genival Lacerda sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) e ficou no hospital internado por três dias. Ele estava na capital pernambucana quando passou mal. 

Izael Caldeira

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Em 15 de fevereiro deste ano, Izael Caldeira, músico do grupo Demônios da Garoa, faleceu em virtude da enfermidade. O anúncio ocorreu nas redes sociais. "É com profunda tristeza e com nossos corações completamente apertados que comunicamos a todos o falecimento do nosso amado irmão Izael", iniciou o perfil do Demônios da Garoa.

Izael havia completado 79 anos de idade no último dia 27 de janeiro e estava internado desde o início de fevereiro. Estava no Demônios da Garoa desde 1999, onde tocava timba e cantava. Ele não fazia parte da formação original, 

Augusto César

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

O cantor Augusto César morreu vítima da Covid-19, aos 61 anos, no Recife (PE). Um dos filhos do artista, Elton Luna, anunciou o falecimento do pai no dia 21 de abril deste ano. Segundo o rapaz, Augusto morreu por volta das 22h, no Hospital da Hapvida. O cantor deu entrada no hospital por complicações do coronavírus, após sentir insuficiência respiratória.

Ele tinha outras comorbidades como diabetes e insuficiência renal grave. Augusto veio a óbito logo depois que foi intubado e teve várias paradas cardiorrespiratórias. O enterro do artista foi às 17h desta quarta-feira, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife. Augusto deixa quatro filhos e duas netas.

Cassiano

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

No dia 7 de maio, o cantor Cassiano morreu, aos 77 anos, vítima da Covid-19. O músico esteve internado no Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, Zona Norte do Rio, há cerca de um mês. O artista ficou conhecido pela música A Lua e Eu, tema da novela O Grito (1975), e Coleção, que entrou na trilha sonora de Locomotivas (1977).

Cassiano também foi compositor de canções que marcaram a Música Popular Brasileira, como Primavera e Eu Amo Você, sucessos na voz de Tim Maia. Suas canções também tomaram a voz de Marisa Monte, Djavan, Ivete Sangalo, entre outros artistas.

Daisy Lúcidi

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

A atriz Daisy Lúdici morreu na madrugada do dia 7 de maio de 2020, vítima da Covid-19. Ela estava internada em estado grave em um hospital da Zona Sul do Rio de Janeiro, depois de ter testado positivo para o novo coronavírus. Daisy respirava com dificuldades e através de aparelhos, mas não resistiu.

Nascida no Rio de Janeiro, Daisy estreou na televisão na década de 1960 na minissérie Nuvem de Fogo (1963), escrita por Janete Clair na TV Rio. Sua estreia na Globo ocorreu em 1974, quando foi a vilã da novela Supermanoela, de Walter Negrão, na faixa das 19h.

Aldir Blanc

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Compositor de diversas canções famosas, Aldir foi internado com infecção urinária e pneumonia no Hospital Miguel Couto, no Rio. Por causa da situação crítica de seu estado de saúde, foi transferido para o Hospital Pedro Ernesto, onde foi constatado a infecção pela Covid-19, após exame no compositor.

Na madrugada de 4 de maio do ano passado, não resistiu as doenças e morreu por complicação do coronavírus, deixando mulher, quatro filhas, cinco netos e um bisneto. Vários famosos, principalmente do mundo da música, lamentaram a morte de Aldir, como João Bosco, Moacyr Luz e Maria Rita.

Rodrigo Rodrigues

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

O apresentador Rodrigo Rodrigues não resistiu e morreu, aos 45 anos, em julho, em decorrência de complicações do novo coronavírus. O jornalista era contratado do Grupo Globo e já estava internado no Hospital Unimed, no Rio de Janeiro, por conta de outra enfermidade, quando veio a óbito.

Ele chegou a ficar em coma na UTI depois de ser submetido a uma cirurgia no cérebro na tentativa de aliviar a pressão no crânio devido a uma trombose venosa cerebral, mas não resistiu. O falecimento foi anunciado pelo programa SporTV News, do SporTV, canal onde Rodrigo comandava o Troca de Passes.

Gésio Amadeu

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

O ator Gésio Amadeu, famoso por novelas como Chiquititas (SBT), Renascer e Terra Nostra (Globo), morreu em agosto, após ficar hospitalizado durante quase dois meses por complicações decorrentes do novo coronavírus. Ele tinha 73 anos.

O filho do artista, Mario Amadeu, informou sobre a morte em sua rede social: "Meu pai acabou de falecer. Falência múltipla de órgãos. Por ora, somente essa informação. Assim que possível, postaremos mais. Obrigado".

Gésio Amadeu estava internado no hospital Santa Maggiore, em Santa Cecília (centro de São Paulo), e contraiu a Covid-19 durante uma consulta para tratar seus problemas de saúde. Ele tratava hipertensão e diabetes.

João Acaiabe

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Meses depois, em abril de 2021, também faleceu João Acaiabe, que viveu o chef Chico na nova versão de Chiquititas. Aos 76 anos, João foi diagnosticado com o novo coronavírus (Covid-19) no dia 15 de março, mas não resistiu às complicações da doença.

Na página oficial no Instagram do ator, o último comunicado surgiu há 14 horas no feed e conta que ele tomava cuidado como poucos para tentar não ser infectado pelo vírus. "A seu pedido, solicitou que a família não divulgasse o fato para evitar que os seus milhares de amigos, admiradores enviassem uma grande quantidade de mensagens, telefonemas e porque, no fundo, acredita que vai superar o coronavírus. Nos últimos dias, porém, seu estado clínico piorou e foi transferido para a UTI, intubado", escreveu.

No ano passado, Acaiabe havia informado que foi diagnosticado com insuficiência e renal e estava na fila por um transplante de rim. Ele foi intubado um dia antes e faleceu depois de sofrer duas paradas cardíacas. 

Jotinha

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Em novembro do ano passado, o humorista José Luiz Almeida da Silva, conhecido como Jotinha, morreu na noite de quinta-feira, aos 52 anos. Famoso como "rei do WhatsApp" por áudios que viralizaram nas redes sociais, ele estava na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital Incar, em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano (BA).

Jotinha foi internado com problemas respiratórios. No último boletim médico antes da confirmação do óbito, o hospital informou que o humorista seguia "recebendo suporte clínico com ventilação mecânica invasiva, uso de medicações para manter a circulação sanguínea adequada e suporte de hemodiálise para compensar a perda de função renal".

Rodela

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

O humorista Luiz Carlos Ribeiro, conhecido em todo o Brasil como Rodela, morreu no dia 3 de dezembro, aos 66 anos. O artista do Programa do Ratinho estava internado com pneumonia e coronavírus na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Geral de Guarulhos, referência para o tratamento da Covid-19 na Grande São Paulo.

A morte foi anunciada por Murilo Bordoni, diretor de palco do Programa do Ratinho. "Ele estava bem, a mulher dele falou que os médicos retirariam a medicação. Quando o levaram para uma sessão de hemodiálise, não aguentou e teve três paradas cardíacas", relatou Murilo Bordoni em entrevista ao NaTelinha.

Eduardo Galvão

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

O ator Eduardo Galvão morreu na noite de 7 de dezembro, aos 58 anos. Ele estava internado no Hospital Unimed Rio, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, com o novo coronavírus (Covid-19) e 50% dos pulmões comprometidos. Após falecer, recebeu muitas homenagens.

Intubado desde o dia 1º de dezembro, ele havia enviado uma mensagem de áudio ao ator Stepan Nercessian sobre a doença: "Muito ruim isso, cara. Se liga aí, Stepan. Sai de casa não, cara. Fica ligado aí. E o medo que dá, cara. Tu não sabe se vem coisa pior. Se vai melhorar, se não vai".

Paulinho

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

O cantor Paulinho, vocalista do Roupa Nova, morreu no final do ano passado, vítima do novo coronavírus. Paulinho estava na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital Copa D'Or, na zona sul do Rio de Janeiro, e sofreu uma parada cardiorrespiratória.

A internação foi divulgada em 4 de novembro, quando recebeu diagnóstico positivo para Covid-19. Ele tinha 68 anos e tinha outras comorbidades, como ter recebido transplante de medula óssea. "As luzes do palco se apagaram", disse o Roupa Nova em nota nas redes sociais.

Christina Rodrigues

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Em dezembro do ano passado, morreu a atriz Christina Rodrigues, que fez parte do Zorra, em decorrência de complicações da Covid-19. Ela aguardava uma vaga para a CTI (Centro de Terapia Intensiva) na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Tijuca, no Rio de Janeiro, mas não resistiu.

Christina Rodrigues ficou conhecida por atuar em quadros do programa Zorra Total, que em 2015 mudou de nome sob gestão de Marcius Melhem. Ela também fez participações em novelas, como Malhação Sonhos (2014) e Beleza Pura (2008).

Nick Cordero

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Com apenas 41 anos, o ator foi vítima da Covid-19 em julho. Na ocasião, sua mulher, Amanda Kloots, comentou seu falecimento nas redes sociais. "Deus tem outro anjo no céu agora", Publicou a esposa do ator no Instagram. Seis meses depois, Amanda causou polêmica ao postar uma imagem inusitada na web. Na foto ela aparece com um anel que afirma conter as cinzas do ator.

Mark Blum

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Logo no início da pandemia, Mark perdeu a vida por causa de complicações da Covid-19, em março do ano passado. A morte do ator, aos 69 anos, foi divulgada pela companhia de teatro Playwrights Horizons e confirmada pelo sindicato de atores dos Estados Unidos. O artista ficou conhecido pela sua participação na série You e pelo filme Procura-se Susan desesperadamente, produzido em 1985.

Lee Fierro

Os famosos que perderam a luta contra a Covid-19 e comoveram o país

Atriz do clássico Tubarão (1975), morreu vítima de coronavírus, aos 91 anos. Lee estava morando em uma casa de repouso, em Ohio, Estados Unidos. Intérprete de Mrs. Kintner no longa que a consagrou, a artista também dava aulas na Island Theatre Workshop, na ilha Martha's Vineyard, em Massachusetts. Após sua morte, familiares fizeram uma pequena homenagem a artista na cerimônia de despedida.



Mais Notícias
Outros Famosos