Luto

Morre o apresentador Rodrigo Rodrigues após complicações do coronavírus

Morre o apresentador Rodrigo Rodrigues após complicações do coronavírus
Rodrigo Rodrigues morreu aos 45 anos - Divulgação

Publicado em 28/07/2020 às 12:42:14 ,
atualizado em 28/07/2020 às 13:57:28

Por: Redação NT

O apresentador Rodrigo Rodrigues não resistiu e morreu nesta terça-feira (28), aos 45 anos, em decorrência de complicações do novo coronavírus. Atualmente contratado do Grupo Globo, RR, como também era chamado, estava internado no Hospital Unimed, no Rio de Janeiro, desde o último sábado (25), após se sentir mal.

Ele chegou a ficar em coma na UTI depois de ser submetido a uma cirurgia no cérebro na tentativa de aliviar a pressão no crânio devido a uma trombose venosa cerebral, mas não resistiu. O falecimento foi anunciado pelo programa SporTV News, do SporTV, canal onde Rodrigo comandava o Troca de Passes.

Rodrigo Rodrigues apresentou o Troca de Passes pela última vez no dia 9 de julho, quando relatou que um amigo com quem teve contato recente testou positivo para a Covid-19.

No dia 13, o apresentador fez o exame, que indicou que ele também havia contraído o vírus. Desde então, cumpriu isolamento em casa, com acompanhamento da equipe médica da Globo.

Inicialmente, de acordo com o Globo Esporte, Rodrigo apresentou sintomas leves, como falta de paladar e olfato, mas disse que se sentia bem. A situação mudou no sábado, quando deu entrada no hospital com vômitos, desorientação e dor de cabeça.

Segundo boletim médico, foi diagnosticada uma trombose venosa cerebral, e o apresentador passou por uma cirurgia na noite de anteontem (26). Nesta terça, contudo, não resistiu às complicações.

A carreira de Rodrigo Rodrigues

Rodrigo Rodrigues chegou ao Grupo Globo em 2019, após ter se movimentado intensamente em canais esportivos de TV a cabo na última década. Conhecido por ser o apresentador do Vitrine, da TV Cultura, ele havia sido contratado pela ESPN Brasil, quando virou um dos titulares do Bate Bola. Após ficar pouco tempo no canal, onde comandou o Resenha, o jornalista não renovou o contrato e preferiu investir em um programa musical na Gazeta.

Pouco tempo depois, Rodrigo voltou para a ESPN e passou a comandar praticamente todas as produções da emissora, mas o casamento não durou muito e ele migrou para o Esporte Interativo, onde repetiu a dobradinha com Alê Oliveira. Foi neste período que ele foi contratado pelo Grupo Globo e chegou a apresentar o Globo Esporte.

Ele começou a carreira em 1995, na Rede Vida, mas só entrou na faculdade de Jornalismo em 97. Em 2001, foi contratado pela TV Cultura e integrou a equipe do Vitrine, apresentado por Marcela Tas.

Por lá, ficou até 2003 e depois passou pelo SBT. Dois anos depois, se mudou para a Band e em seguida, voltou à TV Cultura para apresentar o Cultura-Meio Dia ao lado de Maju Coutinho, hoje à frente do Jornal Hoje.

Em 2011, ingressou no esporte como apresentador do Bate-Bola, da ESPN. Passou também pela TV Gazeta e Esporte Interativo nesse tempo, e há quase um ano, era apresentador do Troca de Passes.






Siga o NaTelinha nas redes sociais


Reportar erro

LEIA TAMBÉM

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!