Canal Like

Presidente Lyndon B. Johnson e A Esperança de uma Nação

Presidente Lyndon B. Johnson e A Esperança de uma Nação
LBJ – A Esperança de uma Nação

Publicado em 28/01/2020 às 13:10:23

Por: Canal Like

Na rica tradição de filmes americanos sobre seus presidentes, tem alguns que são queridinhos da sétima arte. Seja pelas suas trajetórias incríveis, ou pelos seus fatos históricos.

Abraham Lincoln liderou os estados unidos durante uma guerra civil e aboliu a escravidão. Daniel Day Lewis ganhou o Oscar de melhor ator pela sua interpretação do presidente no filme do Spielberg de 2012. O Presidente John F. Kennedy foi brutalmente assassinado durante uma visita a Dallas, no Texas. E sua morte deflagrou uma série de teorias de conspiração que foram dissecadas no explosivo JFK: A pergunta que não quer calar.

Quem assumiu o cargo depois que Kennedy morreu foi o seu vice-presidente - o controverso Lyndon B. Johnson. Ele era um desafeto do irmão de Kennedy, mas foi escolhido para o cargo por questões estratégicas. Quando Lyndon Johnson assumiu a presidência do país, havia muita dúvida de como ele iria se sair no cargo. Mas Lyndon Johnson completou o mandato de Kennedy e concorreu à eleição para a presidência. Ele ganhou de lavada. Lyndon Johnson aprovou várias leis importantes de direito civis, e garantiu o seguro de saúde universal. Mas ele também foi o responsável por começar a guerra do Vietnã.

Apesar de ser um presidente "chave" na história dos Estados Unidos, existem poucos filmes sobre o homem. Curiosamente, no ano passado, tiveram dois. Um deles é o LBJ – A Esperança de uma Nação. Nesse filme, nós aprendemos um pouco do contexto da ascensão política de Lyndon B. Johnson.

O maneiro aqui é como o diretor, Rob Reiner, tenta contextualizar Lyndon B. Johnson, o LBJ, dentro do seu partido e do seu país. Comparado ao charmoso Kennedy, ele era quase um anti-herói. Para dar vida à LBJ, o diretor Rob Reiner fez a escolha perfeita. Woody Harrelson está quase irreconhecível atrás da maquiagem prostética, mas o sotaque sulista e os trejeitos do ator, meio bronco mas sempre sincero, caíram como uma luva para recriar o complexo Johnson.

O diretor de "LBJ", Rob Reiner, ficou famoso no final dos anos 80 por suas comédias românticas e dramas familiares - clássicos como Conta Comigo e Harry e Sally - Feitos Um Para O Outro. São filmes sinceros, mas ultra expressivos - sem medo de ser sentimentais.

Nessa aventura no cinema politico, Rob Reiner consegue humanizar um presidente que teve de cumprir uma missão impossível. Até hoje, alguns duvidam se ele conseguiu.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!