Canal Like

Para interpretar Fred Rogers em Um Lindo Dia na Vizinhança, Tom Hanks recorreu à meditação

 Para interpretar Fred Rogers em Um Lindo Dia na Vizinhança, Tom Hanks recorreu à meditação
Tom Hanks em Um Lindo Dia na Vizinhança

Redação NT

Publicado em 12/09 às 13:21:53

Eu tenho um ótimo vizinho aqui do lado, mas dividir o muro ou a parede com alguém pode ser desgastante. Bom mesmo é quando a gente pode abrir a casa e receber essas pessoas pra conversar. E por mais de trinta anos as famílias norte-americanas tiveram o privilégio da companhia de Fred Rogers.

continua depois da publicidade

O nome Fred Rogers e a canção Won’t You Be My Neighboor? não são familiares pra nós, brasileiros, mas o programa de TV começava sempre assim. O apresentador convidava as crianças pra serem vizinhas dele. Era como se todo dias fosse Um Lindo Dia na Vizinhança, como diz o título do filme com Tom Hanks.

De maneira lúdica e descontraída, Rogers se dava a missão de preparar as crianças pra vida. Usava a força de comunicação da televisão pra ajudar os pequenos a lidarem com as emoções ou entenderem o divórcio dos pais. Essa visão humanista do mundo vinha da formação religiosa e se refletia no comportamento real dele, que não bebia e nem fumava.

continua depois da publicidade

A narrativa do longa conta um episódio curioso da história do programa. Em 1998, um jornalista investigativo recebe a tarefa de escrever o perfil de Rogers para a revista Esquire. Ele tem uma percepção particular do apresentador e vai até os bastidores para uma conversa. Sai de lá com outra visão e os dois ainda viram amigos.

Se você perguntasse ao Fred Rogers qual é o segredo do sucesso, a resposta seria a sinceridade. Ele não era uma pessoa diante das câmeras e outra fora dela, não existia a divisão entre pessoa e personagem. Tom Hanks incorpora essa integridade no gesto manso e no jeito de falar. Pra chegar na modulação certa da voz, o ator fazia meditação e relaxamento antes das filmagens. Ah! E as gravatas que usou são autênticas. Foram emprestadas pela viúva Joanne Rogers, consultora do filme.

continua depois da publicidade

O mais interessante de Um Lindo Dia na Vizinhança é que o filme não é uma biografia de Mr. Rogers. E também não faz nenhuma revelação contundente sobre a vida íntima dele. O filme na verdade é um painel sobre as vidas que Fred Rogers transformou usando apenas a sua bondade e empatia.

Um Lindo Dia na Vizinhança renova a crença na capacidade do ser humano ouvir o outro e mudar de opinião. Soa tão anacrônico quanto necessário assistir a um filme assim nos tempo atuais. Curtiu a dica do Canal Like (530 Claro)? Então dá uma olhada nesse filme no Now. Para mais dicas, acesse canallikeoficial nas redes sociais.

continua depois da publicidade