Reportar erro
Canal Like

Rede de Espiões mostra esquema de espionagem organizado pelo governo cubano

Wagner Moura em Rede de Espiões
Rede de Espiões conta com nomes como Wagner Moura, Penélope Cruz e Gael García Bernal no elenco
Redação NT

Publicado em 06/12/2020 às 13:15:42

O francês Olivier Assayas se baseou no livro Os Últimos Soldados da Guerra Fria, do brasileiro Fernando Moraes, pra dirigir o thriller político Wasp Network: Rede de Espiões. O filme é inspirado em fatos relacionados a um esquema de espionagem organizado pelo governo cubano.

A trama se passa nos anos 90 e resgata a história real de espiões cubanos que fingiram desertar pros Estados Unidos pra viver na Flórida. Mas o objetivo verdadeiro era se infiltrar em grupos que planejavam atacar o país então liderado por Fidel Castro.

Olivier se apoiou na pesquisa de Fernando Morais, autor de Olga e Chatô, O Rei do Brasil, biografias que também foram transpostas para o cinema. Morais teve acesso a material valioso sobre o serviço secreto cubano, entrevistou figuras que participaram das ações do grupo. E tudo isso enriqueceu o roteiro do longa com detalhes minuciosos.

Wasp Network: Rede de Espiões foi rodado em locações na Flórida e em Cuba. O que não foi nada fácil, porque o governo cubano estava bem resistente a dar o sinal verde à produção. Afinal, o tema é bastante espinhoso porque, em Cuba, esses espiões são heróis, mas em Miami, eles são criminosos.

As filmagens em Cuba aconteceram num momento tenso. Porque a administração de Donald Trump havia proibido voos comerciais americanos para o país. Os realizadores quase tiveram que procurar uma alternativa, o que empobreceria o resultado final.

Rede de Espiões mostra esquema de espionagem organizado pelo governo cubano

O elenco de Wasp Network reúne o venezuelano Édgar Ramírez, a espanhola Penélope Cruz, o mexicano Gael García Bernal, o argentino Leonardo Sbaraglia, a cubana Ana de Armas e o brasileiro Wagner Moura, que vive Juan Pablo Roque, um dos pilotos que aderiram ao programa de espionagem em Miami.

Olivier Assayas já havia trabalhado antes com Édgar Ramirez. Ele dirigiu o ator na minissérie Carlos, sobre o terrorista venezuelano alinhado à causa palestina. Além do ator Wagner Moura e do autor Fernando Morais, o DNA brasileiro de Wasp Network: Rede de Espiões também inclui o trabalho do produtor Rodrigo Teixeira.

Ao assinar produções internacionais aclamadas como o drama romântico Me Chame Pelo seu Nome, os thrillers de horror A Bruxa e O Farol, além da ficção científica Ad Astra: Rumo às Estrelas, com Brad Pitt, Teixeira já provou que não existem fronteiras no cinema.

O que fica bem claro em uma história moderna cubana contada por um francês, produzida por um brasileiro a partir da pesquisa de outro brasileiro e com um elenco que inclui uma seleção variada de talentos latinos.

Curtiu essa dica do Canal Like (530 da Claro Brasil)? Então corre para Netflix para ver Wasp Network: Rede de Espiões.

TAGS:
Mais Notícias