Reportar erro
Canal Like

Produtor do filme O Homem Invisível vem redefinindo o terror em Hollywood

Cena de O Homem Invisível
O Homem Invisível

Publicado em 15/11/2020 às 12:21:56

Já parou pra pensar no que você faria se pudesse ficar invisível? Bom, essa premissa já tinha ocorrido a um dos precursores da ficção científica, H.G.Wells, quando ele lançou o livro O Homem Invisível, em 1897. Wells questionou o impacto das grandes descobertas científicas em nossa sociedade e especificamente no ego do ser humano. O cientista Jack Griffin se vê seduzido pelo poder proporcionado pela invisibilidade e enlouquece.

A primeira adaptação do livro para o cinema veio no ciclo dos monstros clássicos da Universal, num filme dirigido por James Whale, o mesmo de Frankenstein e estrelado por Claude Rains. E, agora, chega uma nova versão totalmente em sintonia com o século 21.

Elisabeth Moss é Cecilia, mulher que tinha um futuro brilhante pela frente na arquitetura até entrar numa relação tóxica com um especialista em Ótica, Adrian Griffin. O personagem de Oliver Jackson-Cohen é possessivo a ponto de querer moldá-la de acordo com sua vontade. Ele é quem decide como ela se veste, o que pode falar ou pensar. Cecilia é uma mulher enterrada viva por Adrian. Então ela literalmente foge do marido e encontra refúgio na casa de um amigo policial, vivido por Aldis Hodge.

Até que uma grande reviravolta acontece. Adrian se mata e deixa uma polpuda herança pra ela. No entanto, Cecilia está destruída emocionalmente e não consegue acreditar que se livrou dele. Inclusive, jura que Adrian conseguiu encontrar uma maneira de fica invisível pra continuar a atormentá-la. Quanto mais ela insiste que tem sido perseguida por esse “fantasma”, mais todos que a cercam começam a achar que ela está perdendo a cabeça.

Produtor do filme O Homem Invisível vem redefinindo o terror em Hollywood

Esse O Homem Invisível apresenta um enfoque bem diferente de outras versões. O personagem título é o vilão da história e a mulher é a verdadeira protagonista. A produção do filme coube à Jason Blum, da Blum House, que vem redefinindo o terror em Hollywood. Blum está por trás de sucessos do gênero como Corra!, Sobrenatural, Atividade Paranormal, A Entidade e Uma Noite de Crime.

A direção, o roteiro, enfim, todo o conceito desse O Homem Invisível são de Leigh Whannell. Além de atuar, ele também foi um dos criadores do primeiro filme da franquia Jogos Mortais. Ou seja, ao lado de James Wan, ele ajudou a desenvolver um universo inteiro no gênero horror.

Além de O Homem Invisível, está nos planos de Jason Blum trazer para o século 21 outros filmes de monstros clássicos da Universal, como A Múmia, O Lobisomem, A Noiva de Frankenstein e O Monstro da Lagoa Negra. Mas, por enquanto, não vejo como não ficar fascinado com essa releitura da obra imortal de H.G.Wells.

Curtiu a ideia desse conteúdo? Ele está disponível no Now da Claro Brasil. Para mais dicas, acesse o Canal Like no 530 da Claro ou nas redes sociais canallikeoficial. Até a próxima dica!

TAGS:
Mais Notícias