Canal Like

Série de comédia satiriza o universo televisivo sobre o narcotráfico

O Rei do Vale é uma produção original da Clarovideo com a Sony Pictures

Série de comédia satiriza o universo televisivo sobre o narcotráfico
O Rei do Vale é uma produção mexicana - Divulgação

Publicado em 22/04/2020 às 13:03:43

Por: Canal Like

Você já viu e reviu Breaking Bad? E adorou Wagner Moura como Pablo Escobar em Narcos? Se você sabe de cor e salteado a trama e todas as viradas das séries sobre o narcotráfico que estão bombando nos últimos anos, então aqui vai mais uma dica do Canal Like (530 Claro) de uma série com chance de se tornar uma das suas favoritas: O Rei do Vale, coprodução da Clarovideo com a Sony Pictures.

O Rei do Vale é uma série de comédia mexicana que satiriza o universo televisivo das séries que falam sobre o narcotráfico. Drogas, violência, armas, traições dramáticas e inesperadas... Tá tudo em O Rei do Vale. Só que dessa vez, é engraçado.

A série começa com dois playboys mexicanos que estão atravessando dificuldades. Aquela coisa de filhinho de papai entediado – o negócio deles de foodtrucks de tacos artesanais não deu certo e aí um deles tem uma ideia genial. "Por que a gente não faz que nem os nossos personagens preferidos de Narcos e trafica uma cocainazinha para os Estados Unidos?".

Luis Miguel del Valle, o nosso protagonista, e o seu melhor amigo José Edgar, o "Joed", pensam juntos: se o Walther White consegue, por que que a gente não conseguiria? E assim começa uma grande comédia de erros que percorre alguns países da América Latina. Se a gente acha que as "narconovelas" já estão ficando bastante saturadas aqui no Brasil, no México a situação é bem mais crítica.

Mas mesmo para nós brasileiros, O Rei do Vale chega em um momento oportuno em que nós telespectadores reconhecemos instantaneamente todos os arquétipos desse tipo de série que O Rei do Vale satiriza: o agente americano implacável e pragmático, a filha do dono do cartel, o protagonista com uma bússola moral desnorteada, mas um bom coração.

Um dos idealizadores por trás de O Rei do Vale é o roteirista colombiano Juan Camilo Ferrand, um veterano das narconovelas mexicanas. Ganhou prêmios por escrever alguns episódios de El Cartel de Los Sapos em 2010, e depois, pela sua minissérie sobre o Pablo Escobar, em 2012 - Escobar, El Patrón Del Mal. Tudo isso lá na Colômbia, na terra natal do Escobar. Ninguém melhor do que ele para, depois de anos trabalhando esse tipo de conteúdo, desconstruí-lo em O Rei do Vale.

Além de Juan Camilo Ferrand, uma das atrizes principais de O Rei do Valle também teve uma boa experiência atuando na narconovela mais famosa dos últimos anos. Paulina Gaitán, que faz Margarita, a filha do dono do Cartel em O Rei do Vale, interpretou Tata Escobar, a mulher do Pablo, em Narcos.

Pra dizer que O Rei do Vale não é zoeira o tempo todo, a série até que tem um verniz de seriedade. O irmão de Luis Miguel del Valle, logo no começo da série, tem uma doença rara e precisa de uma cirurgia emergencial - uma das razões principais por que Luis e o Joed decidem se aventurar na rota internacional da cocaína.

Mas rapidamente o negócio cai pro lado da gastação quase desenfreada. Já são duas temporadas de O Rei do Vale, nas quais esses trapalhões mexicanos percorrem a América Latina inteira tentando não morrer e ganhar alguns trocados imitando alguns de seus heróis da televisão.

Se você tá a fim de umas boas risadas, vale a pena conferir.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!