Canal Like

Estamos sozinhos no Universo? Três filmes garantem que não

Canal Like dá dicas de filmes sobre alienígenas

Estamos sozinhos no Universo? Três filmes garantem que não
Contatos Imediatos do Terceiro Grau, de Steven Spielberg, foi lançado em 1978

Publicado em 19/11/2019 às 13:10:46

Por: Canal Like

Existem centenas de bilhões de estrelas na Via Láctea, certo? E as condições necessárias pro surgimento da vida são relativamente comuns, não são? O Universo não tem bilhões de anos de idade? Tem, né? Então, como é possível que até agora ninguém tenha encontrado evidências concretas de inteligências alienígenas? Será que estamos mesmo sós? Será que não existe vida inteligente em outros planetas?

Primeiro foram os cientistas, os pesquisadores ou os simples curiosos que se fizeram essa pergunta. Depois foi a vez da literatura e do cinema especularem sobre o tema. Mas os alienígenas começaram a ocupar de verdade as telonas no começo dos anos cinquenta.

Baseado no conto Adeus ao Mestre, de Harry Bates, Robert Wise dirigiu O Dia em Que a Terra Parou. No filme, um emissário interestelar aterrissou em Washington pra dar o seguinte recado: a guerra em nosso mundo tinha que parar por bem ou por mal.

As pessoas viviam em alerta com as notícias sobre ameaças nucleares. Então um drama de ficção científica com essa mensagem antibélica fez o maior sucesso. Mas o livro do H.G.Wells, o clássico Guerra dos Mundos, deu origem a outro clássico sobre alienígenas que podiam querer tudo, menos paz.

Com direção de Byron Haskins, essa produção mostrava a Terra sendo invadida a partir de uma pequena cidade americana. Mas a obra de Wells também podia ser lida como uma espécie de conscientização sobre colonialismo e intolerância. No entanto, a ficção científica só passou a ser vista com seriedade no fim dos anos 60, quando Stanley Kubrick lançou 2001 - Uma Odisseia no Espaço.

O incrível computador Hal 9000 quis assumir o controle de uma nave espacial e eliminar a tripulação. O que poderia dar um fim à missão de investigar um misterioso monolito negro que parecia emitir sinais de outra civilização. 2001 partiu do conto A Sentinela, de Arthur C.Clarke, que o próprio autor ajudou a adaptar para o cinema. Esse filme revolucionou o gênero. Amparado por efeitos especiais fantásticos, Kubrick filosofou com imagens sobre as origens e o destino da vida humana. O relacionamento entre homem e máquina.

E esses longas tratam de primeiros contatos. Uns são gratas surpresas, outras são traumáticos. E essa lista que você vai ver agora reúne três grandes produções sobre o tema.

A primeira dica é Contatos Imediatos do Terceiro Grau. Enquanto o governo faz de tudo pra esconder o que está acontecendo, fenômenos estranhos são testemunhados por indivíduos de vários lugares do planeta. Incluindo o personagem de Richard Dreyfuss, que fica obcecado por isso, mas ninguém lhe dá ouvidos. Menos o cientista francês vivido pelo diretor François Truffaut , que investiga contatos com extraterrestres.

Já um contato imediato do segundo grau seria algo como linhas telefônicas ficando mudas. Animais se agitando. E o que seria um contato imediato do terceiro grau, Steven? Contatos Imediatos do Terceiro Grau, de Steven Spielberg, virou um fenômeno pop. A melodia de cinco notas, criada pelo John Williams como uma forma de linguagem pra comunicação com os alienígenas, marcou época. Isso sem falar nos efeitos visuais.

O filme, inclusive, merecia um Oscar na categoria Efeitos Visuais. Mas levou uma estatueta pela fotografia. Então tudo bem. Saindo da abordagem fantástica e espetacular vamos a um primeiro contato mais realista. Que é o enfoque do filme Contato, a segunda dica dessa lista.

Jodie Foster interpreta a Doutora Eleanor Arroway. Ela passa a maior parte do tempo tentando rastrear o céu com seus radiotelescópios. Eleanor está à espera de um sinal enviado por alguma outra civilização na galáxia. E por isso é alvo de piadinhas dos colegas e do desprezo do seu chefe. Até que finalmente ela capta um sinal. É uma mensagem composta de números primos, uma imagem de Hitler inaugurando as Olimpíadas de Berlim em 1936. E um manual de instruções sobre como construir uma cápsula especial. É pra levar um habitante da Terra à estrela Vega, que fica a 26 milhões de anos luz do nosso planeta.

Isso mobiliza o governo americano, envolve um milionário excêntrico vivido pelo John Hurt. Um líder espiritual feito pelo Matthew McConaughey. Fanáticos religiosos e o chefe da segurança nacional, papel de James Woods. Quais seriam as repercussões políticas e religiosas desse primeiro contato? É isso o que filme do Robert Zemeckis se propõe a imaginar.

E ele tem a base sólida do best-seller Contato, escrito pelo astrônomo Carl Sagan da série Cosmos. Que trabalhou no projeto até os seus últimos dias de vida.

E a terceira dica é a versão mais filosófica e existencial dessa lista sobre o primeiro contato: A Chegada. Naves alienígenas chegam às principais cidades do mundo. Então o exército americano convoca a linguista Louise Banks, interpretada por Amy Adams, pra tentar se comunicar com os visitantes de outro planeta.

Os ETs lembram polvos gigantes. Eles se expressam por meio de grunhidos e ejetam tinta preta pra criar logogramas - símbolos que reúnem ideias em mensagens circulares. Louise tenta estabelecer pontes que permitam compreender por que os extraterrestres vieram pra cá.

A Chegada foi inspirado no conto História da Sua Vida, de Ted Chiang. O escritor gostou muito da adaptação de Denis Villeneuve. A linguagem alienígena foi criada pelo diretor junto com o roteirista Eric Heisserer . E a linguista vivida pela Amy Adams contou com a consultoria de uma especialista da área, Jessica Coon.

Esse é a nossa lista com três dicas de grandes filmes sobre os primeiros contatos entre humanos e alienígenas. Depois dessa maratona de outros mundos, você vai ter mais motivos pra ficar na dúvida, se estamos ou não realmente sozinhos no Universo.


publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!