Quarta Parede

Como Pantanal, novelas de Benedito Ruy Barbosa têm histórico de atrasos na Globo

Superproduções, O Rei do Gado e Renascer também enfrentaram adiamentos e problemas antes da estreia


Patrícia Pillar como Luana em cena da novela O Rei do Gado, exibida na Globo entre 1996 e 1997
Patrícia Pillar como Luana na segunda fase de O Rei do Gado, novela que custou para ir ao ar - Foto: Divulgação/Globo

Cercada por expectativas, a nova versão de Pantanal ainda representa um futuro incerto para o horário nobre da Globo. Prevista para estrear em meados de março, o remake da novela de sucesso exibida em 1990 na extinta Manchete só deve ir ao ar a partir de abril. Não é a primeira vez que uma trama assinada por Benedito Ruy Barbosa enfrenta atrasos e adiamentos: o mesmo aconteceu com Renascer (1993) e O Rei do Gado (1996).

Pantanal terá a missão de reerguer a audiência da faixa das 21h na Globo, comprometida com o fraco desempenho de Um Lugar ao Sol. Colocar a história no ar, contudo, já se mostra um desafio. Em janeiro, a estreia foi adiada por conta da nova onda da Covid-19: vários nomes do elenco e também o diretor Rogério Gomes foram contaminados, o que interrompeu as gravações.

A previsão é que a exibição da trama tenha início em 4 de abril, com risco de haver mais um adiamento. Isso porque a Globo deseja levar a história ao ar com uma boa frente de capítulos gravados, dando maior segurança à produção e impedindo que a novela seja interrompida quando já estiver ao ar. Essa mesma preocupação levou a emissora a exibir Nos Tempos do Imperador, Quanto Mais Vida, Melhor e Um Lugar ao Sol já totalmente filmadas.

A nova versão de Pantanal é escrita por Bruno Luperi, neto de Benedito Ruy Barbosa, que também supervisiona a adaptação do texto. Alanis Guillen foi escolhida para ser a nova Juma Marruá, papel eternizado por Cristiana Oliveira na produção original. Marcos Palmeira, Murilo Benício, Dira Paes, Juliana Paes e Jesuíta Barbosa também estão no elenco principal.

Elenco e cenário rural protelaram Renascer; atraso nas gravações motivou adiamento da estreia de O Rei do Gado

Como Pantanal, novelas de Benedito Ruy Barbosa têm histórico de atrasos na GloboMarcos Palmeira e Antônio Fagundes em Renascer (1993) - Foto: Divulgação/Globo

Há 30 anos, Renascer teve expectativa semelhante à que se vê hoje com o remake de Pantanal. A trama marcou o retorno de Benedito Ruy Barbosa à Globo, justamente após o sucesso da história de José Leôncio e Juma Marruá na Manchete. Cotada para substituir Pedra sobre Pedra (1992) no horário nobre, a atração passou por alguns imprevistos.

Desfalques no elenco foram apontados como um dos fatores para o adiamento da trama, que contaria com nomes como Tarcísio Meira, Letícia Sabatella e Ângelo Antônio, em alta na época. A onipresença de cenários rurais nas produções de 1992 – além de Pedra sobre Pedra, foi exibida naquele ano a minissérie Tereza Batista – também teria sido razão para que Renascer só fosse ao ar em 1993. Em seu lugar, entrou De Corpo e Alma (1992).

Adiamento semelhante ocorreu em 1996, na trama seguinte assinada pelo autor, O Rei do Gado. A primeira fase da história, ambientada no interior do Brasil em meio à Segunda Guerra Mundial, tinha ares de superprodução. O prólogo, aliás, é lembrado até hoje como um dos melhores momentos da teledramaturgia, com ótimas performances dos atores e direção caprichada de Luiz Fernando Carvalho.

O Rei do Gado seria a substituta de Explode Coração em maio de 1996, mas os atrasos nas gravações fizeram com que a estreia fosse protelada para junho daquele ano. Cogitou-se esticar a novela de Glória Perez, mas a hipótese foi descartada porque a autora estava comprometida com o julgamento dos assassinos de sua filha Daniella Perez (1970-1992), morta quatro anos antes.

Para solucionar o impasse e tapar o buraco em sua programação, a emissora produziu “uma supernovela em 35 capítulos”: O Fim do Mundo (1996), de Dias Gomes. Concebida como minissérie, a atração ficou no ar entre maio e junho, dando tempo para que O Rei do Gado estreasse sem atropelos e se tornasse um dos grandes sucessos de audiência e repercussão dos anos 1990.

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias