Canal Like

Martin Scorsese ameaça e festival é obrigado a passar filme do diretor John Cassavetes

Martin Scorsese ameaça e festival é obrigado a passar filme do diretor John Cassavetes
Uma Mulher Sob Influência, de John Cassavetes

Publicado em 21/02/2020 às 16:05:04

Por: Canal Like

Ele poderia ter continuado uma carreira brilhante como um galã talentoso, mas preferiu exercitar suas habilidades como contador de histórias também atrás das câmeras. John Cassavetes mereceu uma indicação ao Oscar de melhor ator coadjuvante como um dos Doze Condenados e foi o padrasto do bebê de Rosemary. Ele também deixou sua marca como um dos maiores diretores do cinema independente norte-americano.

O cineasta nova-iorquino foi um mestre na encenação espontânea. Suas lentes pareciam capturar a vida como ela é. Com uma câmera na mão, ele dirigia os próprios roteiros com um elenco formado por seus melhores amigos. Faziam parte da trupe de Cassavetes gente como Peter Falk, Ben Gazzara, Seymour Cassel e, claro, sua esposa, musa e estrela mor Gena Rowlands.

Seu primeiro longa, Sombras ganhou o prêmio da crítica no Festival de Veneza em 1960. Já na edição de 1968 do mesmo Festival, Faces conquistou os troféus de Melhor Filme e Ator, que foi para o John Marley.

O longa ainda concorreu a três Oscars. Produções como Os Maridos, Assim Falou o Amor, A Morte de um Bookmaker Chinês e Noite de Estreia renderam a Cassavetes uma fama de cinema do improviso. Isso porque seus elencos tinham liberdade pra mudar os diálogos e compor seus personagens como quisessem.

John Cassavetes só não abria mão de criar uma atmosfera pra flagrar aquele momento imprevisto, o gesto inesperado. Por ser ator, ele conseguia extrair dos intérpretes alguns dos melhores desempenhos de suas carreiras. E quatro anos depois, Amantes foi premiado com o Urso de Ouro no Festival de Berlim.

Quer dizer, os filmes do diretor John Cassavetes foram aclamados pela crítica, só que boa parte do público não conhece essas preciosidades. Mas você vai ter a chance de conferir um desses tesouros escondidos: o clássico Uma Mulher Sob Influência.

A Mulher Sob Influência é a Mabel, interpretada pela Gena Rowlands. Ela sofre de algum tipo de desequilíbrio mental. Oscila entre o amor visceral pela família e o risco do descontrole. Seu marido Nick, papel de Peter Falk, é um membro da classe trabalhadora. Ele ama a esposa e tenta lidar com o comportamento instável de Mabel, ora inadequado, ora bizarro mesmo.

Nick se esforça pra manter a aparência de normalidade, uma vida comum de casal suburbano. Os três filhos adoram os pais, mas às vezes se apavoram com as atitudes da mãe. E quando um dos surtos de Mabel compromete a segurança e o bem-estar das crianças, Nick vai ter que encarar a questão com a seriedade e a urgência que ela merece.

Uma Mulher Sob Influência tem toda essa pegada solta e viva do cinema de John Cassavetes. A direção e a escrita não julgam os personagens. Pra bancar o filme, Cassavetes hipotecou sua casa e Peter Falk aplicou parte do seu cachê na série Columbo pra ajudar o amigo.

Mesmo estando entre seus melhores trabalhos como diretor, Uma Mulher Sob Influência demorou a conseguir distribuição. O próprio Cassavetes chegou a carregar as latas debaixo do braço, de um cinema a outro, pra poder exibir o filme. Sorte dele que o Martin Scorsese era fã de suas obras. E ameaçou retirar Alice Não Mora Mais Aqui de um importante festival nova-iorquino, se eles não aceitassem o longa de Cassavetes.

Uma Mulher Sob Influência acabou virando cult e foi aclamado mundialmente. Recebeu duas indicações ao Oscar: Melhor Direção e Atriz para Gena Rowlands. Ela está extraordinária no filme e acabou vencendo o Globo de Ouro de Melhor Atriz na categoria Drama.

Então, esses Tesouros Escondidos é pra te dizer que Uma Mulher Sob Influência está à sua disposição. Taí uma chance imperdível de conhecer - ou rever - um filmaço de John Cassavetes, um anarquista da câmera totalmente comprometido com o cinema emoção.




publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!