Enfoque NT

Com casting enxuto, SBT mira em novos rumos nos seus 40 anos

SBT caminha para quatro décadas de existência planejando investir no esporte e jornalismo

Com casting enxuto, SBT mira em novos rumos nos seus 40 anos
Silvio Santos em seu tradicional dominical - Divulgação/SBT

Thiago Forato

Publicado em 10/10/2020 às 08:07:21

Há quem diga que a vida começa aos 40 anos. Outros afirmam que se você não se cuidar, ela termina aos 40. O SBT, que completou 39 em agosto, mira as Bodas de Esmeralda com o público brasileiro em 2021 tendo um final de ano bastante diferente. Alarmante, surpreendente, ou até excitante.

Nas últimas semanas, uma tonelada de informações sobre a emissora de Silvio Santos: compra da Copa Libertadores da América até 2022 e dispensa de nomes de seu casting, como Maisa (que se dispensou), Roberto Cabrini, o elenco de Poliana, Rachel Sheherazade, Mamma Bruschetta, Leão Lobo, Lívia Andrade, Carlinhos Aguiar, os humoristas do Café com Bobagem... Isso se não houver outro nome sendo dispensado até a publicação deste texto.

Daria para fazer uma edição da Casa dos Artistas ou A Fazenda somente com os nomes que se desligaram do SBT nos últimos dias. Mas, de todo modo, parte deles já vinha sem utilidade na emissora. Seja pela suspensão do programas, ou mesmo pela falta de necessidade de um contrato fixo para quem está batendo ponto em quadros semanais, por exemplo.

DNA do SBT levemente alterado

A informação é que o SBT está se estruturando para comemorar os 40 anos, mas até que ponto isso vai se tornar realidade, não sabemos. O que é realidade são dispensas que mexeram com a emissora nos últimos dias ao passo que a Libertadores se transforma em uma grande ilha, dado uma programação paupérrima, pautada por reprises em looping, programas longos, arrastados e desinteressantes.

O SBT pretende mirar em segmentos que nunca foram lá seu forte: o esporte e o jornalismo, embora este último tenha tido seu momento de glória nos anos 90 com o Aqui Agora e o TJ Brasil. Para quem sempre ofereceu entretenimento, agora parece querer mudar um pouco do seu DNA que sempre deu certo. Não por acaso, nadou de braçada no segundo lugar por muito tempo, assombrando a Globo em diversas oportunidades.

A expectativa é de um 2021 mais vivo, vibrante. A campanha alardeando as quatro décadas já deve começar em janeiro. A torcida, claro, é para que o novo coronavírus (Covid-19) deixe de ser um empecilho o mais breve possível para que a roda volte a girar. Seu dono segue dando ordens diretamente de sua mansão no Morumbi e faz falta no vídeo. Apesar de não ter perdido público com suas reprises há meses.


Thiago Forato é jornalista, assina a coluna Enfoque NT desde 2011, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!