Thiago Forato
Reportar erro
Enfoque NT

Volta de Sofia reforça como Totalmente Demais destoou na reta final

Totalmente Demais caminha para seus momentos derradeiros na Globo

Sofia e Lili em Totalmente Demais
Sofia balançou Totalmente Demais - Divulgação/TV Globo
Thiago Forato

Publicado em 03/09/2020 às 07:17:57

Em reapresentação desde março, quando a Globo teve que recorrer a reprises devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), Totalmente Demais é uma das melhores novelas das sete dos últimos tempos e isso é indiscutível.

Apesar de não ter inventado a roda, fez com que uma história de amor tenha sido um grande sucesso há quatro anos. Mais do que isso, se tornou também uma campeã de exportações, tendo chegado a dezenas de países na América do Sul, Europa e até Oriente Médio.

A volta de Sofia (Priscila Steinman), entretanto, mostra nesta reapresentação que não colou. Recurso criticado em 2016 no "calor da obra", é fácil perceber nesta reprise que o sentimento não passou.

O motivo da volta, definitivamente, não convenceu. Um ponto fora da curva de toda a história criada por Rosane Svartman e Paulo Halm com direção de Luiz Henrique Rios.

Vilanias defasadas e pouco inteligentes

Volta de Sofia reforça como Totalmente Demais destoou na reta final

As tentativas de vilania da filha de Germano (Humberto Martins) e Lili (Vivianne Pasmanter), também não convenceram. A história da sua volta e dos dois anos que passou fora, tampouco.

Nesta altura, Sofia almeja roubar o cofre de sua mansão com Jacaré (Sergio Malheiros). Em pleno século 21, com outras maneiras mais convincentes de "se dar bem", a vilã se apega a um cofre que nem sabe o que tem dentro. E mais do que isso: há muito mais fora dele e isso não foi cogitado. Há também outros meios de dar o golpe na própria família, mas ela escolheu a maneira mais arcaica e defasada de todas.

Tudo que envolve Sofia não convence. Talvez por essa história toda não estar prevista em sinopse, dificultando um pouco as coisas.

A "versão especial" de Totalmente Demais caminha para sua reta final e vem marcando médias em torno dos 32 pontos. Certamente sua performance deve ser ainda melhor nos momentos derradeiros.

A trama encantou e merece todos os elogios: personagens bem construídos, vocabulários próprios, nuances bem exploradas, ausência de maniqueísmo (quebrada por Sofia, diga-se) e humor afiado fazem de Totalmente Demais a melhor escolha para uma reprise, mas também teve seus devaneios.

Mais Notícias