Reportar erro
Coluna Especial

Ex-diretor da Globo diz que Huck no lugar de Faustão “é mais do mesmo”

Alberto Luchetti dirigiu o Domingão do Faustão entre 1998 e 2000 e foi diretor de núcleo da Globo

Fausto Silva (à esquerda) e Luciano Huck (à direita) em montagem do NaTelinha
Luciano Huck assumirá o lugar de Fausto Silva nos domingos da Globo em 2022
Redação NT, com Alberto Luchetti

Publicado em 17/06/2021 às 05:35:03

As tardes de domingo a partir de 2022, modorrentas nas últimas décadas, continuarão imobilizando o telespectador na horizontal, roncando no sofá, depois do almoço, com Luciano Huck na tela e sem Fausto Silva. É mais do mesmo. Donos de um dicionário de bolso, com muitas páginas em branco, ambos se parecem até mesmo nas expressões superlativas. O que sai, dizia: “ô louco, meu”. O que vai entrar, diz: “loucura, loucura, loucura”. Filosofia subtraída de seu sócio em vários negócios, o dono e herdeiro da Pan, Tutinha.

Não vê quem não quer. Luciano Huck herdou características marcantes dos dois apresentadores mais longevos do domingo: Silvio Santos e o próprio Fausto Silva. De Silvio Santos assimilou o oportunismo político e a habilidade para os negócios. Movimentando-se como um elemento político invertebrado, passou de dono de bar para apresentador de televisão.

Criou uma revista social eletrônica (Programa Circulando), mescla de  Capricho e TiTiTi. Chegou a apresentar o Programa H, onde criou mulheres objetos, como Tiazinha e Feiticeira. Talvez herança da adolescência quando passava horas na revista Playboy vendo cromos da publicação dirigida por seu padrasto Mário Escobar de Andrade.

Luciano Huck no lugar de Faustão: "Não podia ser outro"

Já na Globo, se aproveita da penetração nacional da emissora, ameaça sair candidato à Presidência da República e ganha destaque em todas as mídias. Mesmo caminho trilhado por Silvio Santos quando se lançou candidato a presidente do Brasil pelo extinto PFL. 

De Fausto Silva incorporou a mesmice, a chatice e o azedume. Isso sem falar na marca registrada de Faustão, a intolerância. Faz todo o sentido a decisão da Globo de escalar Luciano Huck para substituir Fausto Silva nas tardes de domingo. Não podia ser outro. É cara e crachá. Assim, as tardes de domingo, modorrentas, continuarão imobilizando o telespectador na horizontal. Bons sonhos!!!


Por Alberto Luchetti Neto
Jornalista, foi diretor geral do Domingão do Faustão e de núcleo da Globo, diretor da Rádio e TV Bandeirantes, diretor da Rádio e TV Jovem Pan, repórter da Folha de São Paulo e repórter de política do Estado de São Paulo. Criador e Diretor Geral da ALLTV, primeira emissora 24 horas ao vivo da Internet.



Mais Notícias