Reportar erro
Antenado

Fraco, Casa Kalimann é ruim como talk show e péssimo como programa de humor

Programa estreou nessa quarta-feira (27) no Globoplay

Rafa Kalimann
Rafa Kalimann estreia programa no Grupo Globo - Divulgação
Gabriel Vaquer

Publicado em 29/04/2021 às 04:39:00,
atualizado em 29/04/2021 às 11:51:02

Badalada estreia da semana na plataforma Globoplay, o programa Casa Kalimann é o cartão de visitas da influenciadora, atriz e ex-BBB Rafa Kalimann no Grupo Globo. É o primeiro trabalho da moça, que tem quase 20 milhões de seguidores no Instagram e ganhou muita popularidade no BBB20 - além de um contrato. Mas a julgar pelo primeiro episódio, Rafa terá que remar muito. A primeira impressão é péssima.

Com 13 episódios, Casa Kalimann terá uma edição por semana onde um convidado famoso vai até a "casa" da apresentadora para falar algumas coisas da vida e participar de "brincadeiras bem malucas" para tentar fazer quem está assistindo dê uma risada e esqueça um pouco do mundo.

O grande problema do programa é o roteiro e sua condução. Na abertura, inspirada claramente em O Mágico de Oz, com a vida deixando de ser preto-e-branco para ganhar o colorido do espalhafatoso cenário do show. Inclusive, esse momento é feito para virar piada ou meme nas redes sociais - tanto que virou, assim que o episódio foi postado.

A impressão que dá é que Rafa Kalimann não tem ainda o preparo mínimo para estar naquela função, e isso é um problema. Logicamente, ninguém nasce sabendo apresentar um programa de televisão. Mas quando foi contratada pela Globo, a emissora anunciou que ela estudaria para ser atriz e evoluir em funções do tipo.

Casa Kalimann causa constrangimento

Notoriamente, Kalimann pode ser esforçada e até tenta entregar, mas a atração não ajuda. As perguntas que saem da boca são esquisitas e as ideias, até bem intencionadas, são executadas de forma tão forçada que não causa outra coisa que não seja constrangimento. É impossível não assistir e ficar com uma sensação estranha.

No primeiro programa, o convidado foi o humorista Rafael Portugal. E, por mais que ele tenha dado respostas divertidas, Rafa Kalimann estava tão presa ao roteiro que simplesmente cortava o clima de um riso. O momento mais bizarro foi quando Portugal foi até um lugar cheio de doces com Rafa Kalimann. Ambos estavam tão constrangidos que era visível no rosto.

É uma mistura de formatos que já existem, mas piorados, como Encontro com Fátima Bernardes, o extinto Programa da Maísa, Lady Night e até uma pitada de O Formigueiro, apresentado por Marco Luque em 2010 na Band. Ou seja, nada a ver com o que é Rafa Kalimann.

Casa Kalimann, para melhorar, precisa correr muito atrás. Como conversa divertida, não funciona. Como uma atração engraçada, menos ainda. Não dá riso e não dá nada. A Globo tem um problema para os próximos 12 episódios.



Mais Notícias