Reportar
erro
Lista

De boneca de lata a tampa de panelas: 5 personagens secundários que roubaram a cena no BBB

Brothers já fizeram confidências a cães, pássaros e até amigos imaginários


Kleber Bambam vibrando com vitória do BBB 1
Kleber Bambam levou Maria Eugênia para a final do BBB 1 - Reprodução/TV Globo
Por Taty Bruzzi

Publicado em 17/01/2022 às 05:50:00

Estreia essa noite na tela da TV Globo, logo após Um Lugar ao Sol, o BBB 22. Com direção de Boninho, uma das novidades para a edição deste ano é Tadeu Schmidt no comando do reality no lugar de Tiago Leifert que, por sua vez, substituiu Pedro Bial em 2017.

Já o CAT BBB, um dos quadros mais divertidos da atração, antes era apresentado por Rafael Portugal, mas agora contará com Dani Calabresa. Por fim, Rafa Kallimann, vice-campeã em 2020, assume o posto deixado por Ana Clara no BBB - A Eliminação, no Multishow.

Desde seu lançamento, em 2002, que o programa busca por inovações. De lá para cá, a casa aumentou, o elenco cresceu, o quarto do líder foi parar no quintal, tivemos um segundo andar, muro separando os moradores e, até, convidados Vip, além da divisão por "classes" e do quarto-branco.

Em duas décadas de atração, uma das curiosidades é que nem sempre foram os brothers que roubaram a cena. Pets, amigos imaginários, boneca de lata e até panelas deram aquele Up às edições. O NaTelinha preparou uma listinha com cinco personagens secundários da história do BBB. Confira!

 BBB 1 - Maria Eugênia (2002):

De boneca de lata a tampa de panelas: 5 personagens secundários que roubaram a cena no BBB

A precursora de mascotes do Big Brother Brasil foi Maria Eugênia, uma boneca criada através de utensílios domésticos e que acabou se tornando a fiel escudeira de Klebber Bambam.

Se sentindo rejeitado e sozinho, o participamente levava a boneca que tinha o rosto feito de lata para lá e para cá. Até que um dia, ele acordou e se deu conta de que a amiga havia desaparecido.

Chorando feito uma criança, Bambam chegou a ir ao confessionário implorar para que Maria Eugênia voltasse, pois ela não fazia mal a ninguém. Alguém duvida de que foi ali que ele venceu o reality?

- BBB 1 (2002) - Cachorrinha Molly:

De boneca de lata a tampa de panelas: 5 personagens secundários que roubaram a cena no BBB

Foi também na edição de estreia do reality que os brothers puderam conviver com um pet pela primeira vez. A cachorrinha Molly ganhou o direito de participar do programa através da escolha do público, encantando os moradores da casa.

Quem mais se apegou à bichinha foi Caetano Zonaro, o primeiro eliminado desta edição. Assim como Bambam e sua Maria Eugênia, o participante era sempre vistou na companhia da cachorrinha. Pioneira, Molly permaneceu confinada por duas semanas.

Tivemos mais duas edições com pets. A 14ª, quando um cão da raça São Bernardo (nome não divulgado) passou algumas horas na casa por causa de uma campanha publicitária. E no BBB 16, quando a cachorrinha Luna participou da reta final do programa ao lado de Geralda, Ronan, Maria Claudia e Munik

- BBB 2 (2002) - São Jorge:

De boneca de lata a tampa de panelas: 5 personagens secundários que roubaram a cena no BBB

A segunda edição do BBB entrou ao ar em meados de 2002. Por mais de uma vez, as câmeras do reality flagrou Cida conversando com São Jorge. Não o santo guerreiro mas uma espécie de passarinho que acabou ganhando notoriedade.

Sempre que a aeromoça chamava, o bichinho aparecia no jardim da casa para escutá-la e, até, aconselhar a participante sobre quem ela deveria indicar em dia de votação.

BBB 2 (2002) - Tampas da panela:

De boneca de lata a tampa de panelas: 5 personagens secundários que roubaram a cena no BBB

Antes mesmo de o povo ir para as janelas protestar contra a política brasileira batendo panelas, o panelaço já havia aterrissado nessa louca nave que se chama BBB, como o próprio Bial [Pedro] gostava de se referir.

Uma das cenas icônicas da história do reality foi quando Tina, revoltada por ter sido indicada ao paredão, acordou toda a galera da casa ao som das tampas de sua panela e do grito de "Ai, ai, ai, ai, em cima, embaixo, puxa e vai", popularizado nos jogos da seleção masculina de vôlei brasileira nos anos 90.

Segunda eliminada daquela edição, não seria exagero afirmar que a participante só foi considerada polêmica, sendo lembrada ate hoje, por causa do furdunço que causou naquela madrugada. Tanto que no BBB 20, o panelaço de Tina foi tema de um dos Castigos do Monstro, tendo Mari Gonzalez e Bianca Andrade (Boca Rosa) batendo panelas pela casa.

- BBB 18 (2018) - Dummy:

De boneca de lata a tampa de panelas: 5 personagens secundários que roubaram a cena no BBB

Eles surgiram como uma espécie de assistente de palco no BBB 18. Hoje, é impossível imaginar o reality sem os famosos Dummies. O personagem foi inspirado nos manequins usados pelas indústrias automobilísticas para testar a resistência dos carros.

Na atração da TV Globo, o trabalho de um Dummy é montar e desmontar as provas, além de demonstrar em vídeo como cada uma delas funciona. São eles também que preparam as festas para os brothers.

Um dos momentos mais marcantes do personagem foi no BBB 21, quando Carla Diaz voltou de um paredão falso vestida de Dummy. Sem poder se identificar logo de cara, a atriz bateu com força na porta dos quartos, despertando os confinados e fazendo sinais para que eles fossem até o jardim, quando finalmente tirou a máscara.

NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
Mais Notícias