Reportar erro
Entrevista exclusiva

Felipe Prior quer voltar ao BBB para ganhar: "Hoje eu sei jogar"

Arquiteto falou sobre a polêmica que envolveu o ator Ícaro Silva em torno do Big Brother Brasil

Felipe Prior sendo apresentado pela Globo como participante do grupo Pipoca
Felipe Prior participação da edição de 2020 do BBB - Foto: Reprodução/Globo
Ana Cora Lima

Publicado em 14/01/2022 às 04:00:05,
atualizado em 14/01/2022 às 10:07:49

Um do ex-BBBs mais queridos e também odiados das últimas edições do Big Brother Brasil, Felipe Prior gostaria de voltar ao reality show da Globo e, em entrevista ao NaTelinha, assume que entraria com uma estratégia mais direcionada para chegar à final, coisa que ele não fez há dois anos. “Hoje eu sei jogar”, disse.

Prior não era famoso antes de entrar na casa em 2020. Ao ser questionado sobre um conselho para os participantes anônimos do grupo Pipoca, ele foi direto: “Para se entregar de verdade e jogar. Manter a rivalidade, mas sem perder o respeito. É claro que deste jogo possa sair amizade sincera, como a minha com o Babu, por exemplo. Ou várias amizades sinceras, mas é bom lembrar que todo mundo entra no reality pelo prêmio e no final, só um ganha".

Ainda durante a entrevista, o arquiteto ainda relembra do paredão contra a Manu Gavassi, com recorde histórico de votação do reality e entrega que queria ter ganho o BBB20. "Para mim, sempre será injusta a minha saída", admite, reforçando ser um competidor nato. Prior também falou sobre a polêmica do BBB ser chamado de 'entretenimento medíocre' pelo ator Ícaro Silva: "Não acho legal menosprezar algo ou alguém só para exaltar aquilo que você acredita"

Confira a entrevista completa de Felipe Prior do BBB20:

 

O que lembra desse período de pré-confinamento?

Felipe Prior - Lembro muito da ansiedade. Foram cerca dee oito dias, eu acho, em que ficamos sem telefone, sem televisão, sem entretenimento nenhum. Eu perdi completamente a noção do tempo, não sabia nem que horas eram. A sensação é de que o tempo ali foi muito maior do que realmente ficamos. Mas,como sempre fui um cara muito ativo, tentava usar isso a meu favor, para criar estratégias, porque sou um cara muito competitivo e sempre que entro num jogo, é para vencer.

Que conselho você daria para um pipoca?

Felipe Prior - Para se entregar de verdade e jogar. Manter a rivalidade, mas sem perder o respeito. É claro que deste jogo possa sair amizade sincera, como a minha com o Babu (Santana), por exemplo. Ou várias amizades sinceras, mas é bom lembrar que  todo mundo entra no reality pelo prêmio e no final só um ganha.

Se tivesse a oportunidade de volta, o  que faria diferente?

Como eu sempre digo, tal como Paris Saint-Germain luta para ganhar a Liga dos Campeões: enquanto não ganhar, não desiste. Eu entraria com uma estratégia mais direcionada. Hoje eu sei jogar o Big Brother.

Até hoje o seu paredão é comentado com o recorde de mais de um bilhão de votos. Quando a chave caiu de que você foi um dos protagonistas daquela edição?

Felipe Prior - Logo que eu sai e soube de toda a repercussão daquele paredão fora da casa, eu fiquei meio sem acreditar. Sério. Mas, a ficha foi meio que caindo quando via as pessoas me mandando mensagens e me dando tanto carinho, tanto apoio. Eu queria ter ganho aquele paredão (risos). Então para mim, sempre será injusta a minha saída. Eu admiro muito a Manu Gavassi e acho que ela fez um jogo legal. Foi mérito dela também ter ficado e de qualquer forma me senti também um vencedor, não só por ter entrado para a história do programa, mas também por ser hoje um dos participantes mais lembrados de todas as edições e o mais citado lá dentro da casa nesse ano.

E a polêmica do programa ser chamado de ‘entretenimento medíocre? Qual a sua opinião?

Felipe Prior - Eu acho que as pessoas tem direito a ter sua opinião, mas é preciso ter respeito a dos outros e, principalmente, muita responsabilidade para posicionar. Não acho legal menosprezar algo ou alguém  só para exaltar aquilo que você acredita. Se a gente parasse para enumerar o tanto de pessoas que, após a participação no BBB,  conseguiu ter uma oportunidade melhor de trabalho e até mesmo vida da sua família, a gente iria ver que não foram poucos. Podemos até citar alguns nomes como a Sabrina Sato, Grazi Massafera, Juliana Alves, a Juliette, Ana Clara e tantos outros que aproveitaram as oportunidades, estudaram , conquistaram seus espaços Isso é bem legal. Eu também consegui impulsionar minha profissão de arquiteto e virei influenciador digital graças ao reality. Acho que tratar o BBB como um entretenimento medíocre é um absurdo.

Quais são os planos para 2022?

Felipe Prior - Todo mundo sabe que as minhas conquistas são muito pessoais. Tipo, eu me cobro muito. Eu quero ganhar o meu dinheiro, pagar minhas contas, conquistar mais coisas, me divertir e viajar.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias