Globo mostra hoje

Após várias tentativas, Globoplay acerta a mão com "Aruanas"

Produção poderia pecar pela panfletagem, mas faz o oposto

Após várias tentativas, Globoplay acerta a mão com
"Aruanas" é a melhor produção Globoplay e a melhor série do ano

Publicado em 03/07/2019 às 05:50:02 ,
atualizado em 03/07/2019 às 09:12:40

Por: Daniel César

A Globo vai exibir na noite desta quarta-feira (03) o primeiro episódio de "Aruanas", série original Globoplay que conta com 10 episódios em sua primeira temporada, todos já liberados para os assinantes da plataforma de streaming do Grupo Globo desde a última sexta (28).

Essa é mais uma tentativa do serviço em produzir conteúdo exclusivo de qualidade. Antes dela, foram lançadas séries como "Ilha de Ferro" e até minisséries como a que está no ar atualmente na TV aberta, "Assédio". Neste ano, o streaming também já liberou os episódios da primeira temporada de "Shippados".

Quem acompanha o universo de séries sabe o quanto a linguagem é diferente das telenovelas brasileiras. As grandes produções que reúnem prestígio e repercussão, como "Breaking Bad" e, mais recentemente, "The Handmaid's Tale", fogem completamente do estereótipo na linguagem das telenovelas brasileiras.

E faltava isso às produções nacionais. Não apenas no Globoplay, mas também a outras empresas, como a própria Netflix, que reúne grande expertise no formato, no Brasil lançou algumas tentativas como "3%" e "Coisa Mais Linda". Em comum, todas elas tinham sempre aquele quê de telenovela. Seja pelo excesso de didatismo ou pelo padrão de posicionamento de câmera e até mesmo pelo roteiro superficial.

Faltava. Não falta mais. Quem assistiu a primeira temporada de "Aruanas" sabe que trata-se da melhor série brasileira que já foi produzida. Completamente distante do universo das telenovelas, ela não se furta de exibir episódios intensos e cheio de acontecimentos. A começar por fugir do tom maniqueísta com mocinhos e vilões, nessa produção todos são humanos e passíveis de erros e acertos.

A série que acompanha a vida de três ativistas lutando pelo Meio Ambiente poderia incorrer num risco grave, o de ser panfletária, mas a produção segue o caminho oposto. Com texto forte de Estela Renner e Marcos Nisti, com direção artística de Carlos Manga Jr, "Aruanas" consegue mostrar a luta em favor do ambiente num contexto de dramaturgia, o que torna tudo ainda mais atraente.

Em "Aruanas" não há sobras, como acontece em telenovelas e também nas produções tupiniquins de séries. Todo diálogo está ali por alguma razão - que pode ou não ser explicada - e, principalmente, todo personagem é uma alegoria importante para a narrativa da história. E o diálogo, fundamentalmente, funciona como deve ser no audiovisual, como subtexto. "O texto, no audiovisual, é a imagem, não o diálogo", já dizia Tiago Dottori, roteirista experiente e que assina o texto de "Turma da Mônica - Laços".

Se o roteiro faz da produção a melhor já criada pelo Globoplay, a direção não fica atrás. Com uma câmera nada discreta e quase invasiva, o público se permite vivenciar os dramas das personagens e também é instigado pelo tom de mistério e ação que constantemente muda de rumo e provoca uma onda de emoções no espectador. Mérito de Carlos Manga Jr., que não demonstrou os vícios dos atuais diretores brasileiros.

E para fechar o tripé que torna "Aruanas" muito atrativa, está o elenco. Se todos merecem mérito, a começar por Débora Falabella. A Nina de "Avenida Brasil" entrega uma das melhores interpretações de sua carreira e emociona. O mesmo acontece com Leandra Leal que fugiu do estereótipo criado em "Cheias de Charme", com uma protagonista com tintas fortes e cheia de personalidade.

Mas o maior destaque, sem exceção, é Taís Araújo. Uma das grandes atrizes do Brasil entrega uma das mais intensas composições do ano e acrescenta muito valor artístico para a produção. Não é exagero dizer que Taís Araújo é a dona de "Aruanas".

Se as séries, no Brasil, sempre foram consideradas produtos de sub dramaturgia, ficando aquém das novelas, isso não acontece em "Aruanas". A produção que já está confirmada para a segunda temporada, vale cada minuto e já chegou liderando o ranking das produções nacionais deste ano.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!