Reportar erro
Ventre maldito

Império: Marta assume culpa por filho bandido e chora: "Cruz pra eu carregar"

Em desabafo, imperatriz lamenta escolhas erradas e prevê desgraça

Marta ajoelhada no chão, chorando em cena de Império
Marta sofre com traição de José Pedro - Reprodução/TV Globo
Taty Bruzzi

Publicado em 03/11/2021 às 05:39:17

Nos capítulos finais de Império, a notícia de que José Pedro (Caio Blat) é Fabrício Melgaço cai feito uma bomba no clã dos Medeiros. Pai e filho brigam e o rapaz só consegue escapar porque Maria Marta (Lilia Cabral) acerta o marido com um vaso na cabeça. Na sequência, ela desabafa com as noras, admite que errou na criação do primogênito e prevê que um dos dois vão morrer.

Tanto o homem de preto quanto sua mulher vão sofrer demais com a traição do primogênito. Apesar de dizer que o acerto de contas é entre ele e o rapaz, o empresário chora ao pensar na apunhalada que levou nas costas.

Para a matriarca da família a dor será ainda mais intensa uma vez que o noivo de Ananda (Adriana Birolli) sempre foi o filho preferido, aquele criado para assumir o trono do pai.

Depois de facilitar a fuga do rapaz para evitar uma tragédia familiar, na novela Império, Marta ajoelha no chão e chora. Em conversa com Du (Josie Pessoa) e a sobrinha, ela assume toda a culpa pelo que Zé Pedro se transformou.

A imperatriz lamenta que durante toda a sua vida só fez escolhas erradas, a começar pelo primeiro casamento, com Silviano (Othon Bastos). A dondoca diz que somente agora percebeu que incitou o ódio do filho pelo pai e teme a morte de um deles pela mão do outro. Saiba mais!

Em Império, Marta lamenta criação que deu a José Pedro

Império: Marta assume culpa por filho bandido e chora: \"Cruz pra eu carregar\"

Nas emoções finais de Império, Maria Marta desaba no chão ao saber que José Pedro é Fabrício Melgaço. Depois de assumir seu alterego ao pai, o playboy quase é morto pelo pai. O pior só não acontece porque a imperatriz o ajuda a fugir. Ainda atordoado com a revelação, José Alfredo pede uma arma a Josué (Roberto Birindelli) para caçar o filho. O segurança e João Lucas (Daniel Rocha) conseguem contê-lo.

Na sequência, Maria Marta aparece sentada no chão do quarto. Chorando muito, a imperatriz desabafa com Amanda e Du. "Mas uma cruz pra eu carregar e, de novo, o destino me mostra como as minhas escolhas foram erradas. Que mulher equivocada eu sou, meu Deus!", lamentará. Pela primeira vez, a matriarca da família assume a culpa pelo que o filho se transformou. "Que calvário é essa minha vida? E pensar que ele saiu daqui de dentro de mim, desse meu ventre maldito! Que mulher amaldiçoada sou eu, meu Deus!", fala enquanto dá socos no abdômen.

Diante da cena, a noiva de José Pedro e a mulher de João Lucas não conseguem conter a emoção e caem no choro também. Já a mãe do bandido continua as lamentações.

"Sempre fazendo escolhas tortas, sofrendo feito uma condenada no corredor da morte. Foi assim no meu primeiro casamento. No meu segundo. Até na hora de dar amor ao meu filho dileto eu errei. Eu perdi! Todas às vezes eu perdi, fui humilhada. Eu vivo o "suplício de tântalo", uma vida de tântalo. Tudo quero, nada tenho", admite.

Amanda ainda tenta defender o pai do seu filho. "Tia, eu ainda acho que isso tudo é uma bravata do Zé Pedro. Não é possível. Ele deve ter conseguido os pedaços desse diamante de alguma maneira atravessada, mas isso não quer dizer que ele seja o Fabrício Melgaço", argumenta a designer.

Só que Du corta a cunhada. "Não adianta tapar o sol com a peneira. A Marta já disse que ele assumiu. Chega a colocar essa dor pra fora. É como se fosse um fardo, desavenças, do Zé Pedro que ela não conhecia, que só revelou agora", avalia a ruiva.

A mulher do comendador continua seu discurso e admite ter feito o filho odiar o pai. "Eu cometi erros imperdoáveis. Eu achei que o Zé Pedro tinha que lutar até o fim pra ser o herdeiro da Império. E, pra isso, eu incitei o meu próprio filho contra o pai", conta.

"Eu tramei, eu o incitei a ser dissimulado, rezar a cartilha dos traidores, tudo o que um calhorda deve ser para conseguir o que quer. Agora, o Zé Alfredo não vai me perdoar nunca por eu ter conspirado contra ele e a favor do meu próprio filho", avalia.

"Eu agi sem perceber que ao invés de amor eu estava alimentando o meu filho com ódio, porque eu jamais imaginei que a nossa família, que o nosso império, que as nossas vidas um dia iam acabar assim, afundados em um oceano de desgraças. O que eu posso esperar? Um filicídio, um parricídio?", prevê.

A mulher de João Lucas tenta acalmar a sogra. "Marta, qual a mãe que não ia facilitar a fuga de um filho em uma situação como essa? Eu faria o mesmo", fala a mãe dos gêmeos.

"Eu preciso falar com a Maria Clara. Ela tem que voltar de Berlim, o pai só escuta ela. Tentar impedir que aconteça mais uma tragédia", finaliza a matriarca abraçada às noras. A sequência vai ao ar nas emoções finais da novela das nove.

A edição especial da novela Império, de Aguinaldo Silva, termina no dia 05 de novembro. No dia 08, a Globo estreia a primeira trama inédita das 21h desde o início da pandemia do coronavírus: Um lugar ao Sol. Trama criada e escrita por Lícia Manzo e protagonizada por Cauã Reymond.

NaTelinha divulga todos os dias os resumos dos capítulos, detalhes dos personagens, entrevistas exclusivas com o elenco e spoiler de Império. Confira!




Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias