Solenidade

Françoise Forton: Familiares anunciam missa de sétimo dia

Atriz enfrentava um tratamento contra o câncer, mas acabou não resistindo


Françoise posando com a mão na cabeça
Familiares anunciam missa de sétimo dia de Françoise Forton - Foto: Reprodução/Globo

Familiares de Françoise Forton anunciaram, neste sábado (22), a missa de sétimo dia. A atriz, muito conhecida por trabalhos como Tieta (1989) e Por Amor (1997), estava enfrentando um tratamento contra o câncer, mas acabou não resistindo e faleceu no último domingo (16). O último trabalho dela na TV foi em 2019, quando atuou na Record na trama Amor Sem Igual, interpretando Emília.

Segundo o comunicado da família, a solenidade vai acontecer na próxima segunda-feira (24), às 18h30, na Igreja Nossa Senhora da Paz, na Rua Visconde de Pirajá, em Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro. 

Ela nasceu no Rio de Janeiro em 1957, e começou a atuar no fim da década de 1960, com uma pequena participação na novela A Última Valsa (1969), na Globo. A partir dali, a atriz esteve em diversas produções da emissora entre os anos 70 e 90. A morte de Françoise foi confirmada e rapidamente ganhou repercussão nas redes sociais.

Seu primeiro papel fixo foi em Fogo Sobre Terra (1974), quando interpretou Estrada, uma personagem rebelde. O maior sucesso de sua carreira veio como a romântica Maria Tereza, a Tetê de Estúpido Cupido (1976), escrita por Mário Prata. Ela participou de uma das sequências consideradas das mais importantes da época, quando sua personagem venceu um concurso de Miss Brasil, em uma cena que entrou para a história da TV.

Depois disso, a atriz se distanciou das novelas e só retornou já nos anos 80, num trabalho na Band. Logo ela retornou à Globo, onde passou boa parte de sua carreira e atuou em Bebê a Bordo (1988), de Carlos Lombardi. Com o autor, aliás, ela esteve também em Perigosas Peruas (1992), Quatro por Quatro (1994), Uga Uga (2000) e Kubanacan (2003), além da minissérie O Quinto dos Infernos (2002).

Françoise Forton

A atriz também teve passagens importantes pelo SBT, onde atuou em Seus Olhos (2004) e em Os Ricos Também Choram (2005). Depois, migrou para a Record, atuando em produções seguidas da dramaturgia da emissora como Cidadão Brasileiro (2006), Luz do Sol (2007), Caminhos do Coração (2008), Promessas de Amor (2009) e Ribeirão do Tempo (2010).

Ela ainda esteve em mais três novelas da Globo, onde fez sua carreira mais longa, para trabalhar em Amor à Vida (2013),, I Love Paraisópolis (2015) e Tempo de Amar (2017). De volta à Record, ela se despediu da atuação em 2019, ainda antes da pandemia, em Amor Sem Igual.

 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos