Reportar erro
Unicórnio

Priscilla Alcântara faturou seu segundo reality musical; conheça trajetória

Priscilla Alcântara conseguiu faturar a primeira temporada do The Masked Singer

Priscilla Alcântara vencendo o The Masked Singer
Priscilla Alcântara venceu o The Masked Singer - Foto: Divulgação/TV Globo
Redação NT

Publicado em 20/10/2021 às 10:49:56,
atualizado em 20/10/2021 às 11:08:37

Priscilla Alcântara cresecu. Aos 25 anos de idade, ela venceu seu segundo reality musical na TV, o The Masked Singer Brasil, na noite dessa terça-feira (19). O primeiro ocorreu quando tinha apenas 10 anos, em 2005, no Código Fama, apresentado por Celso Portiolli no SBT. De lá pra cá, foi ainda semifinalista da versão mexicana no mesmo ano e se consagrou como apresentadora do Bom Dia & Cia, onde ficou no infantil por oito anos.

O Código Fama era um talent show parecido com o The Voice Kids. Na atração, crianças e adolescentes soltavam suas vozes para vencer a disputa. Quem conquistasse o primeiro lugar da competição, ganharia o direito de participar da versão internacional da produção, com a possibilidade de entrar para o elenco de uma novela mexicana e assinar contrato com uma gravadora gringa. A vencedora do Código Fama foi Priscilla Alcântara, que não levou a disputa internacional, mas ganhou o comando do Bom Dia & Cia com Yudi Tamashiro.

Foi o início de uma trajetória vitoriosa dentro da emissora de Silvio Santos. Por lá, comandou outros infantis como o Carrossel Animado, Domingo Animado, Sábado Animado, além de especiais no extinto Feriadão SBT e o Cantando no SBT (2011) no horário nobre.

A cantora Priscilla Alcântara

Depois que deixou o SBT, em 2013, lançou cinco álbuns voltados ao gospel. No início de 2021, se destacou ao lançar o EP Tem Dias. A demissão da emissora, aliás, foi realmente por conta da idade, como confidenciou recentemente ao podcast Vênus. "Interessante que a Silvia Abravanel entrou lá depois, né? E ela é mais velha que eu. Fiquei me perguntando: 'O que aconteceu?'", alfinetou.

A partir daí, passou a investir na carreira musical. "Se não fosse uma ruptura daquela, não teria reavivado meu sonho na música. Foi depois disos que eu cantei no Danilo Gentili e lembro que meu pai publicou essa música nas redes e viralizou. Tudo na minha vida é de repente", falou.

A transição do gospel para o pop ocorreu recentemente, como relatou ao NaTelinha: "Antes da pandemia, nos meus últimos shows, não estava me sentindo bem comigo e com a minha arte. Estava me sentindo sem propósito, sem realização. Acontece esse sentimento quando a gente chega no final de um ciclo e está sentindo o cheiro de um novo ciclo, ó que a gente não sabe como abraçar ele. A gente não teve ainda a coragem de encerrar o ciclo, se despedir daquelas coisas que foram muito boas e abraçar aquilo que é novo".



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias