Cotadas

Polêmicas marcam escalação de elenco da próxima novela de Gloria Perez na Globo

Substituta de Pantanal às 21h, Travessia estreia no segundo semestre


A autora de novelas Gloria Perez
Gloria Perez volta ao horário nobre com Travessia, trama que já coleciona polêmicas na escalação do elenco - Foto: Divulgação/Globo
Por Walter Felix

Publicado em 16/06/2022 às 12:30:00,
atualizado em 16/06/2022 às 12:51:12

Próxima novela de Gloria Perez na Globo, Travessia ainda nem estreou, mas a escalação de elenco já coleciona polêmicas. Nesta semana, a atriz portuguesa Maria Vieira acusou a emissora carioca de vetá-la na produção por ser de direita e apoiadora do presidente Jair Bolsonaro. Cogitadas para o folhetim, Elizângela e Jade Picon também podem ficar de fora da trama que substitui Pantanal no segundo semestre deste ano.

Em uma postagem no Facebook feita na última quarta-feira (14), Maria Vieira afirmou que foi informada pelo diretor Mauro Mendonça Filho que saiu do elenco da próxima novela das nove após uma decisão de superiores. No entanto, a artista desconfia que perdeu o trabalho por conta de suas aspirações políticas. Ela é deputada municipal pelo partido Chega, que é berço da extrema-direita em Portugal.

No desabafo nas redes sociais, a atriz contou que teria sido procurada no início do mês passado por uma produtora da Globo para estar na trama de Gloria Perez. Anteriormente, Maria já havia feito outros trabalhos na emissora, como Negócio da China (2008), Sete Vidas (2009) e Aquele Beijo (2013). Por fim, ela esclarece porque foi até as redes sociais para divulgar a situação:

“Não hesitei em tornar este caso público porque é fundamental que o público saiba ou que vai acontecer no mundo artístico, quer em Portugal ou no Brasil, que tome conhecimento das injustiças que estão a ser cometidas em nome do socialismo, do globalismo e do politicamente correto.”

Além de Maria Vieira, Jade Picon e Elizângela também têm escalações ameaçadas na Globo

Polêmicas marcam escalação de elenco da próxima novela de Gloria Perez na Globo

Em maio, o NaTelinha informou que, mesmo cotada para Travessia, Elizângela pode ficar sem o trabalho. A atriz de 67 anos recebeu um ultimato da Globo: ela só integra o elenco da novela de Gloria Perez, se tomar a vacina contra a Covid-19. A decisão cabe à veterana, que não comprovou ter sido imunizada e já fez campanha, nas redes sociais, contra a vacinação.

Elizângela e Gloria Perez têm uma parceria de longa data: elas já trabalharam juntas em A Força do Querer (2017), O Clone (2001), entre outras novelas. Contudo, a Globo, que tem fechado o cerco contra os negacionistas, avisou que se a atriz não estiver vacinada, será vetada da trama. Seu trabalho mais recente na emissora foi em A Dona do Pedaço (2019).

A maior polêmica nos bastidores desta novela que ainda nem estreou tem outro nome: Jade Picon. A influenciadora digital, que participou do BBB 22, também foi escalada para Travessia, o que revoltou parte da classe artística. Nomes como Carlos Vereza, Anna Rita Cerqueira e até o sertanejo Zé Felipe se pronunciaram publicamente sobre o tema, defendendo a necessidade de dar espaço a atores profissionais, que têm formação na área.

Internamente na Globo, a informação foi de que Jade brilhou no teste que fez com Chay Suede, seu provável par romântico na história. Por isso, ganhou um contrato fixo com a emissora. A ex-BBB impressionou o diretor Mauro Mendonça Filho e a própria Gloria Perez. A aposta é que a mais nova atriz seja um grande sucesso e um excelente nome para o futuro.

 

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias