Guerreira

Cinco vezes que Lilia Cabral mostrou que merece ser Helena de Manoel Carlos

Atriz completa 65 anos com muitos personagens fortes no currículo


Lilia Cabral em cena como Silvana e Marta
Cinco vezes que Lilia Cabral mostrou que merece ser Helena de Manoel Carlos - Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (13), Lilia Cabral completa 65 com personagens bem diferentes em seu currículo. Atualmente em cartaz no Vale a Pena Ver de Novo, com a sofrida Catarina, de A Favorita (2008), a atriz emprestou toda sua veia dramática para as dores que a filha de Copola (Tarcício Meira) sustenta, já que é violentada pelo marido, o bronco Leonardo (Jackson Antunes).

Outra personagem marcante da atriz também pode ser vista atualmente, a antagonista Marta, de Páginas da Vida (2006), em reta final no Canal Viva. Pela vilã, a artista foi indicada para o Prêmio Emmy Internacional na categoria de Melhor Atriz, considerado o Oscar da TV Mundial.

Pelas duas personagens, fortes e sofredores bem que Lilia poderia ter sido escalada como Helena em uma novela de Manoel Carlos, protagonistas dos folhetins do novelista. Além de Catarina, no aniversário de Lilia, confira cinco vezes que a atriz poderia ser uma heroína da trama de Manoel Carlos!

Sheila (História de Amor)

Cinco vezes que Lilia Cabral mostrou que merece ser Helena de Manoel Carlos

Ao longo da carreira, Lilia participou de muitas novelas de Manoel Carlos como uma das personagens mais importantes da trama, chegando a muitas vezes ofuscar o brilho que toda Helena tinha. Sempre com personagens rivais às protagonistas, não faltaram bons momentos de conflitos em tela, como nas loucuras de Sheila, para chamar atenção de seu amor da vida, Carlos (José Mayer).

Mas o médico só tinha olhos mesmo para sua mulher, Paula (Carolina Ferraz), ou para Helena (Regina Duarte), depois que conhece a mãe de Joyce (Carla Marins). Durante a novela, Sheila teve muitos ataques nervosos e quase chegou matar suas rivais.

Ingrid (Laços de Família)

Apesar de ter ficado pouco tempo na trama de Manoel Carlos, foi o bastante para Lilia incorporar mais um personagem forte em sua carreira. Ingrid poderia se chamar Helena nos momentos em que tentava conciliar as confusões que sua filha, Íris (Deborah Secco). Em uma cena inesquecível, Ingrid é baleada durante um assalto em um posto de combustível, vindo a morrer na sequência. Na época, a cena foi bem elogiada e a carga dramática usada pela atriz foi ovacionada pela imprensa especializada.

Marta (Páginas da Vida)

Cinco vezes que Lilia Cabral mostrou que merece ser Helena de Manoel Carlos

Atual reprise no Canal Viva, Páginas da Vida despontou como um baita trabalho para Lilia, já que foi indicada a vários prêmios, inclusive internacionais. Na novela, a antagonista rivalizava com Helena (Regina Duarte), principalmente envolvendo os netos, Clara (Joana Morcazel) e Francisco (Gabriel Kaufmann). Era uma mulher amargurada e intransigente, que vivia às turras com o marido Alex (Marcos Caruso), com quem protagonizou cenas bastante intensas. Ela ainda rejeitou a filha, Nanda (Fernanda Vasconcelos)  em todos os momentos, inclusive quando ficou grávida das crianças.

Tereza (Viver a Vida)

A Tereza de Viver a Vida bem que poderia ter sido rebatizada como Helena, já que foi mais um personagem forte em uma trama de Manoel Carlos. A ex-modelo carregava em si a frustração de ter ficado longe das passarelas no auge de sua carreira para cuidar da casa e da família. A amargura da mulher fica maior quando o ex-marido, Marcos (José Mayer) começa a ter uma relacionamento com Helena (Taís Araújo), uma modelo de sucesso, 20 anos mais nova que ela. Além de ter que conviver com a rival, a quem detesta, ainda tem que carregar a responsabilidade de cuidar da filha, Luciana (Alinne Moraes), que também teve que se afastar das passarelas após um grave acidente.

Silvana (A Força do Querer)

Cinco vezes que Lilia Cabral mostrou que merece ser Helena de Manoel Carlos

Apesar de Silvana não ser um personagem de uma novela de Manoel Carlos, a mulher de Eurico (Humberto Martins) poderia se chamar Helena. Em vários momentos na trama de Gloria Perez, a mulher tinha seu conflito colocado em primeiro plano. Os problemas com o vício no jogo era o gatilho para que Silvana se tornasse protagonista de muitos capítulos. Não é à toa que Lilia guarda com carinho essa personagem como um dos melhores de sua carreira. Inclusive o nome da atriz aparecia em primeiro lugar diariamante na ordem de crédito na abertura do folhetim.

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos