Biografia

"Na TV nada se cria, tudo se copia"

  • Nome: José Abelardo Barbosa de Medeiros
  • Nascimento: 30/09/1917
  • Falecimento: 30/06/1988
  • Sígno: Libra
  • Profissão: Apresentador
  • País: Brasil
  • Cidade: Surubim (PE)

Abelardo Barbosa, mais conhecido como Chacrinha, foi um apresentador de TV, considerado um dos maiores comunicadores brasileiros. Chegou a estudar medicina, nos anos 1930, antes de se dedicar ao trabalho na rádio. Começou a carreira como locutor e, depois, ganhou programa de marchinhas de carnaval.

Foi na festividade que criou o Cassino do Chacrinha, em 1944, que lhe rendeu o nome artístico e revelou diversos artistas de sucesso. A estreia na TV foi na extinta Tupi, em 1956, com quatro programas: Festa no Arraial, Musical Selo de Ouro, Sucessos Mocambo e Clube da Camaradagem.

Depois, vieram o infantil Rancho Alegre, no qual interpretava um xerife, e a Discoteca do Chacrinha, ainda na Tupi. A partir dos anos 1960, apresentou seu programa em outras emissoras, como na Excelsior. Assinou com a Globo em 1967, em que, além da Discoteca do Chacrinha, passou a comandar A Hora da Buzina, rebatizado depois como Buzina do Chacrinha.

Nos anos 1970, alternou entre Tupi, Record e Band. O retorno à Globo foi em 1982, fixando-se aos sábados com seu maior sucesso, o Cassino do Chacrinha, que se tornou referência entre programas de auditório. Tornou-se um ícone da televisão brasileira, com figurinos excêntricos e bordões como “Alô, Terezinha”.

Em 1987, foi homenageado pela Escola de Samba carioca Império Serrano, com o enredo “Com a boca no mundo: quem não se comunica se trumbica”. No ano seguinte, começou a apresentar problemas de saúde, o que o afastou do trabalho. Nos últimos meses de vida, foi substituído pelo apresentador João Kléber, então estreante na TV.

Morreu em 30 de junho, aos 70 anos, no Rio de Janeiro (RJ) vítima de câncer no pulmão. Sua trajetória já foi contada em livros e filmes, a exemplo de Chacrinha: O Velho Guerreiro (2018), de Andrucha Waddington, com Eduardo Sterblitch e Stepan Nercessian no papel principal. O longa foi exibido em formato de minissérie em 2020, na Globo.

Foi casado com Florinda Barbosa (1920-2020), com quem teve três filhos, Jorge Abelardo e os gêmeos José Renato e José Amélio.