Thiago Forato
Enfoque NT

Como a Record perdeu seus maiores apresentadores em cinco anos?

Sabrina Sato, Xuxa, Marcos Mion e Fábio Porchat saíram nos últimos anos


Fábio Porchat, Sabrina Sato, Marcos Mion e Xuxa Meneghel em montagem
Record vem perdendo seus maiores nomes nos últimos anos - Fotos: Divulgação
Por Thiago Forato

Publicado em 18/03/2022 às 05:05:00,
atualizado em 18/03/2022 às 09:37:52

Perdendo gradativamente seus maiores nomes, a Record sofreu um novo baque ao longo desta semana: Sabrina Sato. A apresentadora se desligou do canal de Edir Macedo depois de oito anos de serviços prestados. A japa foi contratada no final de 2013 junto ao Pânico na Band (2012-2017) para comandar uma atração semanal nas noites de sábado. Nos últimos anos, apresentou ainda o Domingo Show, Made in Japão, Game dos Clones e o Ilha Record. Como a emissora está perdendo seus grandes astros e estrelas tão pouco tempo?

O movimento começou entre 2017 e 2018, quando Roberto Justus comandou o Power Couple Brasil e se mandou. Naquela época, a Record já havia formado uma constelação que englobava Gugu Liberato (1959-2019), Fábio Porchat, Marcos Mion, Sabrina Sato, Xuxa Meneghel e Buddy Valastro. Chris Flores, hoje no SBT, havia saído um pouco antes, talvez ali sim, iniciando o êxodo.

A Record passou a introduzir, de alguns anos para cá, um novo modelo em sua grade de programação, priorizando reality show e fazendo com que seus principais nomes abandonassem formatos abertos e passassem a trabalhar com programas prontos. Aconteceu com todos, a exceção de Fábio Porchat, que por sua inquietude artística foi buscar novos ares.

Talentos perdidos na Record

Como a Record perdeu seus maiores apresentadores em cinco anos?

O caso mais emblemático foi o de Gugu Liberato. Apesar de não só a Record, mas todo o Brasil ter pedido o animador por conta de uma fatalidade há dois anos e meio, Gugu voltou à emissora em 2015 e comandou um programa que levava seu nome. Primeiro, três vezes por semana, e depois somente às quartas até 2017, quando no ano seguinte se viu sem saída ao aceitar o desafio para apresentar o Power Couple.

Gugu rejuvenesceu o formato, trouxe frescor, mas sua destreza, improviso e entusiasmo pouco pode ser explorado em algo como o reality show. Ali, começava o que se tornaria tendência dentro do canal com outros nomes, como Xuxa, Mion e a própria Sabrina.

Xuxa foi contratada a peso de ouro em 2015 depois da Record prometer dar à Rainha dos Baixinhos um programa do seu jeito. É bem verdade que não faltaram tentativas de fazer com que isso tenha dado certo. Não deu, e a apresentadora terminou também se rendendo a um formato consagrado no mundo inteiro: o Dancing Brasil, e posteriormente o The Four. Apesar da grandiosidade do talent show, Xuxa merecia mais.

A partir daí, a Record deixou de apostar nos nomes do casting e passou a abolir todo e qualquer conteúdo autoral, com exceção, hoje, do Hora do Faro, que vem capengando no Ibope. Ainda que Rodrigo Faro esteja distante dos seus áureos tempos, justiça seja feito: ele se esforça, sai do palco, traz novidades, recicla e tenta esboçar alguma reação, ao contrário de Eliana e o Domingo Legal, por exemplo, que deixaram de se mexer.

O maior exemplo é o Legendários (2010-17). Sucesso de audiência nas noites de sábado, a Record queimou o programa de Marcos Mion nas sextas até sair do ar. A dobradinha que ele fazia com o Programa da Sabrina aos finais de semana deu certo, chegou a incomodar a Globo e deixava o SBT comendo poeira. Mas como uma máquina de triturar talentos, o Legendários acabou. Talvez o último grande programa de auditório do canal.

Para completar, Sabrina Sato, que deixou de ter seu próprio programa para comandar realities como Made in Japão, Game dos Clones e o Ilha Record, este até com certo sucesso. Porém, como os outros colegas, se fechou em formatos pré-estabelecidos.

O último que sair, apague a luz

Como a Record perdeu seus maiores apresentadores em cinco anos?

Com o fim dessa turma toda, chegou Adriane Galisteu, enquanto Rodrigo Faro tenta resistir bravamente. Galisteu vinha de um longo período fora da TV, e agora, se a Record quiser novamente montar alguma constelação, terá que ir ao mercado fazer compras. Gente boa por aí é que não falta.

Fernanda Gentil é talentosa, mas até agora só se meteu em furada. Outros como Márcio Garcia e Fernanda Lima também estão por aí, dando sopa. Há outros diversos apresentadores que se ausentaram nos últimos tempos e devem estar loucos por uma chance. No entanto, a própria Record já sinalizou: viva o reality show e formatos engessados. Então tá bom.

Qual desses apresentadores ex-Record você mais gosta?


Thiago Forato é jornalista, assina a coluna Enfoque NT desde 2011, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Forato também é autor do blog https://parlandodepalmeiras.com.br. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias