Thiago Forato
Reportar erro
Enfoque NT

Grazi Massafera superou preconceitos e sai da Globo como atriz de primeira linha

Rótulo de ex-BBB acompanhou a atriz no início da carreira

Antes e depois de Grazi Massafera
Grazi Massafera em momentos distintos da carreira; atriz virou estrela do primeiro time - Foto: Divulgação
Thiago Forato

Publicado em 05/11/2021 às 05:39:00

Grazi Massafera anunciou sua saída da Globo nessa quinta-feira (4). Há 16 anos, quem imaginava que sua trajetória pudesse ser escrita na emissora de maneira tão rica e com mais altos do que baixos? A atriz que foi a segunda colocada do BBB5 não superou Jean Wyllys na preferência do público para conquistar R$ 1 milhão, mas ganhou muito mais do que isso. Não só dinheiro, mas reconhecimento e a certeza de que encerra esse ciclo como uma atriz do primeiro time da TV.

Em 2006, pouco mais de um ano depois de sair do BBB, Grazi foi convidada por Manoel Carlos para integrar o elenco de Páginas da Vida (última boa novela do autor, diga-se de passagem) para interpretar a ingênua Thelminha, que despertou a paixão de Jorge (Thiago Lacerda).

É bem verdade que a personagem era do interior, mas sua inexperiência pesou e seu sotaque também não ajudou. Ficava claro ali que havia muito trabalho para ser feito. A atuação, convenhamos, foi realmente fraca. Afinal, Grazi fazia seu primeiro trabalho na TV e isso nada mais é do que natural. Estava crua.

No ano seguinte, foi uma simples coadjuvante em Desejo Proibido e conseguiu sua primeira protagonista em 2008, com Negócio da China. O folhetim de Miguel Falabella foi um fracasso, e a atriz apontada como uma das culpadas por ele. Sua inexperiência e imagem extremamente atrelada ao BBB5 também pesaram contra. Tudo ainda estava muito fresco na memória do público.

O divisor de águas de Grazi Massafera

Alguns anos depois, já em 2013, com mais experiência, teve a responsabilidade de novamente protagonizar uma novela das 18h. Desta vez, Flor do Caribe. E não decepcionou. Madura, foi convincente no papel de mocinha e oxigenou a novela de Walther Negrão. Àquela altura, Grazi já dava sinais de franca evolução, mas o melhor estava por vir.

Sua grande personagem nesses 16 anos foi realmente a Larissa de Verdades Secretas. A modelo que enfrentou problemas com as drogas é seu cartão de visitas. Atuação contundente, segura, verossímil, em que nada lembra a Grazi de Páginas da Vida, nove anos antes. Mas nem precisamos ir tão longe.

Da mocinha de Flor de Caribe à dependente química de Verdades Secretas há um abismo incalculável, onde Grazi Massafera conseguiu mostrar uma faceta que até então estava escondida. Versátil, ela uniu a rebeldia que o papel pede e o sentimento de abstinência quando necessário. De encher os olhos. A evolução foi notória, e temos que concordar: poucos acreditavam no potencial da moça.

Hoje, ela conquistou o credenciamento para fazer qualquer tipo de personagem. Verdades Secretas foi o grande divisor de águas na carreira da atriz. O que antes era uma aposta, virou certeza.

Depois de Larissa, Grazi ainda esteve em O Outro Lado do Paraíso (2017-18). Numa novela repleta de problemas de roteiro e situações inverossímeis, conseguir imprimir verdade à Lívia e foi, de longe, uma das melhores atuações da obra. Para fechar, a loira estrelou Bom Sucesso (2019), sucesso na faixa das 19h e encantou a todos como Paloma.

Além de galgar seu lugar ao sol como atriz, conseguiu afastar a fama de pé frio que a acompanhou nos primeiros trabalhos. Teve seu papel em grandes sucessos e sendo papel imprescindível em uma que ganhou o Emmy de Melhor Novela. 


Thiago Forato é jornalista, assina a coluna Enfoque NT desde 2011, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Forato também é autor do blog https://parlandodepalmeiras.com.br. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias