Reportar erro
Paredão

BBB20: Saída de Pyong seria mais saudável ao reality

Guilherme virou alvo e não deve tardar a sair

Guilherme Napolitano com cara de assustado e Pyong olhando de lado
Paredão é protagonizado por Guilherme e Pyong - Reprodução/Globoplay
Thiago Forato

Publicado em 03/03/2020 às 04:59:10

Dia de mais um paredão no BBB20. Desta vez, com o resultado menos óbvio da temporada. Formado por Giselly, Guilherme e Pyong, a advogada surge como coadjuvante numa berlinda que é regida pela moral e disputa de qual brother fez ações mais prejudiciais desse ponto de vista.

No jogo, é inegável que Pyong teria muito mais a acrescentar que Guilherme, que ficou marcado pela isenção de suas decisões em não querer se queimar com ninguém, muito menos com o público aqui fora. Mas o tiro saiu pela culatra e agora paga pela ausência de atitudes.

Apesar disso, a torcida pela saída de Pyong é embalada por seu comportamento na festa Guerra e Paz, realizada no dia 9 de fevereiro no BBB20. Ele exagerou na bebida, agarrou Bianca Andrade, Flayslane e tentou beijar Marcela.

Por atitudes parecidas, Petrix saiu com mais de 80% dos votos em um paredão contra Hadson, que também viria a sair com grande rejeição uma semana depois.

Dois pesos, duas medidas

Pyong foi repreendido pela produção, teve suas estalecas zeradas e não houve reincidência. Que bom, né?

Do outro lado, um picolé de chuchu que ganhou mais popularidade por conta de seu relacionamento com Gabi Martins, a sister mais irritante e tediosa do confinamento.

Após duas lideranças frouxas e apontado justamente como banana, Guilherme é atualmente visto como tóxico para a cantora sertaneja de 23 anos. É nítido que não há santinho nessa história. Justiça seja feita: os dois se fazem mal e estão demorando para perceber isso.

Quem acompanha o pay-per-view sabe que Gabi adora uma câmera e fazer um escarcéu. Tudo vira motivo de DR e choro. Há poucos dias, confidenciou que interrompeu um tratamento para combater a depressão ao entrar no BBB20. A consequência disso está em seus intermináveis choros e discussões com o namorado. Muitas vezes por motivos frívolos, deixando à vista uma relação com zero cumplicidade, galgada por meia dúzia de palavras e frases de efeito.

É muito difícil balancear as trajetórias de Guilherne e Pyong e julgar quem cometeu mais ações dignas de eliminação. O que assusta é o bloco das "fadas sensatas" passarem um pano colossal para o coreano, enquanto Guilherme já é alvo de falatório.

Acredito que a saída de Pyong seja mais saudável para o andamento do reality: as mulheres se questionariam acerca do comportamento do brother e ficariam mais reflexivas. A eliminação de Guilherme seria motivo de festa entre elas e uma falsa certeza de que o hipnólogo tem uma conduta irrefutável e o que aconteceu foi apenas um pequeno "deslize" - de novo, o que poderia ser classificado como seletividade.

Guilherme virou motivo de voto de grande parte da casa e não deve tardar a sair.

 ______________________________________________________________________________________________________________   

Thiago Forato é jornalista e escreve diariamente para o NaTelinha. Assina a coluna Enfoque NT desde 2011 e agora dá pitacos sobre o BBB20. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto

TAGS:
Mais Notícias