Reportar erro
Revoltado

Neto detona Gabigol e ironiza: "Se aquilo é um restaurante, eu sou o William Bonner"

Apresentador desaprovou comportamento do jogador

Neto criticou Gabigol em Os Donos da Bola
Neto criticiou Gabigol - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 15/03/2021 às 14:49:00,
atualizado em 15/03/2021 às 14:57:31

O apresentador Neto detonou o Gabigol nesta segunda-feira (15), em Os Donos da Bola, após o jogador do Flamengo ser flagrado em um cassino clandestino na madrugada do último domingo (14), em São Paulo, em plena pandemia de Covid-19. O comunicador da Band criticou o comportamento do atleta e disse que ele merecia ter sido algemado. O ídolo do Corinthians ainda não aprovou a postura da diretoria do clube rubro-negro, que não indicou qualquer punição ao atacante (veja o vídeo no final da reportagem).

“Você pagou de p** com os policiais? Você tá de sacanagem comigo? Tinha que sair algemado”, disparou. "Que Deus proteja a todos nós, o Gabigol, o Flamengo, o presidente do Flamengo, o diretor, o roupeiro, o massagista, todos que trabalham no Flamengo hoje. Quando o assessor de imprensa tirou uma foto dos jogadores (sem máscara no avião), o que vocês fizeram? Mandaram o rapaz embora”, acrescentou.

Em entrevista ao Fantástico, exibida ontem, Gabigol disse que faltou sensibilidade da parte dele e que apenas foi ao local para jantar com amigos. O jogador ressaltou que respeitou a quarentena e cometeu esse único deslize. Porém, Neto demonstrou que não acreditou no rapaz. "Se aquilo é um restaurante, eu sou o William Bonner. Se aquilo lá é um restaurante, eu sou o Cid Moreira", ironizou.

“Mas agora um jogador como o Gabigol, que acha que não teve sensibilidade. Não é que você não teve sensibilidade, você estava em Nárnia. Você entra em um lugar de quatro andares, olha um monte de ficha, aí você pensou que fosse rosquinha? Você ficou uma hora escondido lá e saiu se achando o cara”, desabafou.

“Eu queria perguntar por que você foi jantar em um lugar que não pode? Por que você foi para um lugar com 200 pessoas? O que também não pode. Por que você se escondeu debaixo de uma mesa? Aí você sai ainda grandão”, completou.

No ano passado, um fotógrafo foi mandado embora do Flamengo por ter tirado uma foto dos jogadores sem máscara em um avião e postou nas redes sociais do clube. Neto questionou o motivo de Gabigol não ter uma punição.

“Por que o Flamengo, do mesmo jeito que mandou o menino [o fotógrafo] embora, não faz com o Gabigol? Por que não manda o Gabigol ficar isolado 14 dias, igual fazem aqui na Band. Você [Gabigol] jamais poderia voltar para o Rio de Janeiro. Ele deveria servir de exemplo para os 30 milhões de torcedores do Flamengo”, comentou.

“Aí, o diretor de futebol fala que a responsabilidade é dele. Mas, espera aí! Ele não tem contrato com o Flamengo? Não pagaram R$ 90 milhões nele, ele não é exemplo para as crianças. Aí, está em um cassino clandestino, não pode sair para jantar. Os donos de restaurante estão fazendo o possível para pagar os funcionários e você fala em 'falta de sensibilidade'?”, detonou.

Neto aconselha Gabigol

Após criticar o comportamento de Gabigol, Neto aproveitou para dar um conselho ao jogador. “Gabigol, muda a entrevista, faz uma coletiva. Fala que você errou, em nenhum momento você fala. Ele sai achando que é o cara. Eu gosto demais de você, Gabigol”, disse.

“Você deveria dar uma coletiva, assumir o erro, falar que burlou a lei e pedir perdão para todo mundo e prometer mostrar que não pode fazer isso, que entendeu. Porque, quando você sai e dá uma entrevista como a que você deu, dizendo que faltou sensibilidade, não é isso. Você não sabe se está com covid ou não, pode pegar no cassino. Você fez teste antes de ir”, finalizou.

As críticas contra Gabigol não foram por acaso. O jogador estava em seu último dia de férias, quando ao cassino clandestino em São Paulo com amigos. O atleta foi filmado saindo do estabelecimento junto com policiais e sendo encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos.



Mais Notícias