Reportar erro
Nova casa

Ex-SBT muda de cidade e troca afiliada da Globo pela Record: "O novo me atrai"

João Fernandes sai do interior de São Paulo para o Mato Grosso

João Fernandes com sua caneca
João Fernandes embarca para novo desafio - Reprodução/Instagram
Thiago Forato, com Sandro Nascimento

Publicado em 29/01/2021 às 06:05:00

O repórter João Fernandes, que trabalhou no SBT nacional até 2019, deixou a TV TEM, afiliada da Globo em Sorocaba, interior de São Paulo, na última sexta-feira (22) e aceitou o convite da Record no Mato Grosso, a TV Vila Real. O canal pertence à Gazeta de Comunicação e tornou-se o maior grupo de mídia da região desde os anos 90. Na nova emissora, além de reportagens, Fernandes tem a promessa de novos projetos, como um programa de rádio.

Ao NaTelinha, o profissional confirmou a informação e diz o que procura a partir de agora. "Buscar novas oportunidades e desafios. O novo me atrai e me dá gás. Gratidão muito grande ao presidente do grupo João Dorileo pela confiança e acreditar no meu trabalho", conta.

Fernandes conta que foi seduzido pela possibilidade de fazer rádio de novo e explorar uma nova capital do país, e embarca com toda a família para viver em Cuiabá. "Aluguei um apartamento próximo a TV, contratei um caminhão de mudança, estamos encaixotando tudo e vendendo muita coisa, já que lá a voltagem é diferente. Tá uma loucura", entrega.

Sensação de primeiro emprego, diz João Fernandes

Apesar disso, se mostra animado com os novos ares que vai respirar. "Estou me sentindo como se estivesse saindo da faculdade para o primeiro emprego. Tudo nas mãos de Deus e sei que coisas melhores estão por vir", agradece.

João Fernandes era contratado da TV TEM desde novembro de 2019 e entrava ao vivo na Globo SP para falar sobre os principais temas do interior paulista. Antes da afiliada da Globo, João Fernandes trabalhou no SBT por oito anos, onde apresentava o noticiário SBT Notícias.

Foi demitido em junho de 2019, em uma onda de cortes no jornalismo da emissora, que também levou nomes como Karyn Bravo e Analice Nicolau, promovendo a extinção do jornal das madrugadas.

Mais Notícias