Thiago Forato
Enfoque NT

BBB 22 termina com impressão de 'flop' para alguns, mas faz Globo suspirar em grana e Ibope

São 20 anos de BBB no ar, e reality segue se oxigenando


Tadeu Schmidt na sala do BBB 22 com expressão de preocupação
Tadeu Schmidt comandou o BBB pela primeira vez em 2022; apresentador foi o grande campeão - Foto: Divulgação/TV Globo
Por Thiago Forato

Publicado em 26/04/2022 às 05:05:53,
atualizado em 26/04/2022 às 07:50:41

Depois de 100 dias de programa, o BBB 22 chega ao fim nesta terça-feira (26). Brinco que há duas grandes emoções para quem acompanha o reality da Globo e quem cobre: a primeira é quando começa, e a segunda quando acaba. Apresentado por Tadeu Schmidt pela primeira vez, o programa termina com ares de 'flop' para alguns pelo elenco que pouco entregou devido às duas brilhantes temporadas anteriores, mas a verdade é que o Big Brother bombou no que realmente importa.

De acordo com dados do Kantar Ibope na Grande SP, o programa deve chegar ao fim com uma média geral de 23 pontos. O índice é maior, por exemplo, que a última novela das nove, Um Lugar ao Sol (22,2). O BBB 22 foi, durante o último verão, o programa mais assistido da Globo. Não é pouca coisa.

Comercialmente, o sucesso é ainda mais flagrante. Estima-se que o reality show fature algo em torno de R$ 1 bilhão, um recorde histórico. Até o telespectador mais desavisado nota que há marcas por todos os lados e uma injeção de publicidade em ações que praticamente inexistia nos primórdios do BBB.

Dito isso, não há como classificar o BBB 22 como um flop. Claro que houve desapontamento com o elenco escolhido. Não deu a liga que se esperava. Mas nem ele foi capaz de frear o frisson Big Brother, que desde que passou a mesclar anônimos e convidados - termo que a Globo prefere utilizar -, em 2020, se transformou em moda. Não há mais receio ou vergonha dizer que consome o reality.

Nem mesmo uma hecatombe chamada Um Lugar ao Sol, maior fracasso da história da Globo na faixa das 21h, conseguiu fazer com que o público não sintonizasse o programa. Uma boa novela na faixa, que tenha números expressivos, pode potencializar o sucesso do BBB. Um fracasso também poderia, mas não aconteceu. O público continua claramente sedento pelo Grande Irmão.

Artisticamente, BBB 22 é marcado por elenco decepcionante, favorito contestado e Tadeu inquestionável

imagem-texto

Falando do reality na telinha, é fato que o elenco pouco entregou. As primeiras semanas foram enfadonhas com Tiago Abravanel querendo promover um BBB do amor. Com falta de arcos narrativos consistentes, o programa demorou para engrenar. Se é que engrenou.

Por mais que a produção tentasse emplacar novas dinâmicas, os participantes pouco correspondiam. Mecânicas diferentes de votação, Casa de Vidro e até paredão falso foram algumas das artimanhas boladas para tentar salvar o BBB 22 no quesito entretenimento. Se funcionou ou não, é relativo dizer. Funcionou pra quem?

Arthur Aguiar, franco favorito ao prêmio de R$ 1,5 milhão, é um participante bastante contestado nas redes sociais. E provavelmente somente nas redes sociais. É fácil perceber a adoração que o público do sofá tem com quem ele. Basta conversar e conhecer esse público.

Há quem diga que ele sairá queimado como a Paula do BBB 19. É cedo para dizer, mas são situações bastante diferentes. Enquanto Paula ficou marcada por comentários intolerantes e preconceituosos, Arthur pode sair, no máximo, com a imagem de um jogador que apelou para o lado vitimista, artifício usado em reality show desde os tempos dos Incas.

Mas, quem mais tenha ganhado, além da Globo, é Tadeu Schmidt. Suceder Tiago Leifert, que já tinha a cara do programa, não era tarefa fácil. O ex-apresentador do Fantástico logo deu sua cara e sempre pareceu bem à vontade, como se estivesse ali há muito.

Com uma sensibilidade aflorada nos discursos, Tadeu não deixou dúvidas que não haveria outro nome melhor para apresentar o Big Brother. Seguramente está em excelentes mãos pelos próximos anos. A experiência do primeiro certamente o ajudará em 2023 e nos que vierem. Tirou de letra.


Thiago Forato é jornalista, assina a coluna Enfoque NT desde 2011, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Forato também é autor do blog https://parlandodepalmeiras.com.br. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto

Quem vai ganhar o BBB 22?

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias