Thiago Forato
Enfoque NT

Por Ratinho, SBT sacrifica A Praça é Nossa e linha de shows

A Praça é Nossa vem sendo desvalorizada pelo SBT com desenho de grade


Ratinho e Carlos Alberto de Nóbrega em foto montagem
Ratinho vem sendo exibido às 22h30, matando completamente a linha de shows - Foto: Divulgação/SBT

O SBT matou sua linha de shows desde que optou por abrir um horário de reprises de novelas na faixa das 21h, mas a coisa se acentuou com a crise de audiência que assola a emissora há algum tempo. O Programa do Ratinho, que antes gozava de boa audiência, caiu como todo o canal nos últimos tempos, mas mais do que isso: o "roedor" está com o melhor horário para ele.

Embora o próprio prefira ficar no ar entre 21h30 e 22h30, é ele quem ainda tenta se aproveitar de uma migração de audiência quando a novela das nove termina, sem dar chance para outros produtos da grade, com exceção nos dias de jogo da Libertadores, quando acaba entrando às 23h30.

Com isso, o SBT preserva Ratinho de um horário complicado que sempre enfrentou, contra o produto mais forte da Globo, mas desvaloriza sua própria linha de shows, sem dar poder de reação a nenhum programa. Que atração consegue fazer milagre entrando quase meia-noite?

Nóbrega tem razão ao reclamar de horário da Praça

imagem-texto

No desenho atual, parece que ninguém está satisfeito. Nem Ratinho, entrando em uma faixa diferente daquela que entrava historicamente, e muito menos quem tem programa depois dele. O dono do banco da Praça, Carlos Alberto de Nóbrega, volta e meia tem reclamado na internet do horário de seu humorístico.

Se até pouco antes da pandemia começar, A Praça é Nossa chegava a ser o produto mais visto fora da Globo às quintas-feiras (e já começando tarde) com até dois dígitos no Ibope e liderando no ranking de audiência, a coisa mudou completamente de figura. Hoje dá 5 pontos.

Um produto histórico como a Praça e ainda com potencial de audiência poderia fazer frente até à Globo em um sábado à noite, principalmente com a notícia de que o Altas Horas será exibido após Pantanal a partir do dia 30. Ou ao menos conseguir angariar mais público. Faixa esta, inclusive, que Nóbrega parece pleitear.

Se o SBT quiser voltar a crescer, precisa redesenhar sua programação, mas principalmente naquilo que faz de melhor, que é sua linha de shows. Ver um esportivo como o Arena jogado numa segunda adentrando a madrugada ou realities sendo surrados no sábado não parece a melhor decisão. Isso não sou eu quem digo, são os próprios números.


Thiago Forato é jornalista, assina a coluna Enfoque NT desde 2011, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Forato também é autor do blog https://parlandodepalmeiras.com.br. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias