Reportar erro
Coluna Especial

De ideias de Bacci a nota proibida de Marilia Gabriela: Os bastidores do Aqui Agora

Coluna Especial assinada por James Ackel. Jornalista, diretor e produtor de teatro e televisão

Logotipo do telejornal Aqui Agora no SBT
Aqui Agora virou um marco na TV - Foto:Reprodução/SBT
Redação NT, com James Ackel

Publicado em 20/05/2021 às 04:00:44

Nesta quinta-feira (20), o Aqui Agora completa 30 anos de sua estreia no SBT, e na época, se tornou uma referência do jornalismo policial e chegou a bater a Globo no Ibope em várias ocasiões. Em janeiro de 2008 tive o privilégio de ser convidado pelo jornalista e homem de TV Albino Castro para criar uma coluna de famosos numa reedição do programa, por desejo de Silvio Santos. Aliás, até hoje me perguntam se eu conheci o Silvio Santos e como ele é fora da televisão. O Silvio do SBT eu não conheci, jamais estive com ele e não tenho ideia de como ele é pessoalmente. 

O Silvio Santos que eu conheci em 1960 era um jovem de 28 anos que trabalhava na TV Paulista primeiro como garoto-propaganda da Crush e depois como apresentador de programa. Já naquele tempo o Silvio Santos já era admirado por todos na TV Paulista, principalmente pelo Manoel de Nóbrega e Hebe Camargo muito antes dele fazer programa de auditório.

Mas vamos ao motivo deste artigo que é o Aqui Agora do SBT. Quando fui convidado gravei um único piloto que o diretor Albino Castro gostou e apenas pediu que o quadro tivesse dois minutos. Albino decidiu por fazer o quadro às quartas e sábados e logo de brincadeira eu disse a ele que seria o quadro da feijoada. Eu queria fazer uma coisa diferente que era não ficar na fofoca, mas sim, em fatos tanto de artistas quanto famosos e até alguns políticos.

Minha inspiração e desejo sempre foi fazer algo parecido com o que fazia Ibrahim Sued no Jornal da Globo. O que eu posso ficar feliz é que embora a média do programa fosse de 5 pontos, meu quadro sempre batia 6. Conheci na época a Christina Rocha, uma mulher encantadora que foi tão carinhosa comigo que por um tempo se tornou minha melhor amiga. Mas depois um mal entendido nos afastou e não nos falamos há tempos.

Nota sobre Marília Gabriela gerou mal-estar nos bastidores do Aqui Agora

Conheci um jovem, Luiz Bacci, dono de um talento fenomenal em TV, tanto que é um grande comandante do Cidade Alerta na Record. Luiz Bacci é um dos homens que mais entende de TV no país. Tem a sensibilidade de saber o que está bom sem olhar para o computador do Ibope que mede minuto a minuto. Infelizmente, para ele e para a emissora, a Record ainda não deu a grande oportunidade que Bacci merece.

Embora o diretor do programa tivesse designado um assistente dele para dirigir meu quadro, eram as ideias que Bacci me dava em particular no estúdio que eu usava. Meu quadro era gravado duas horas antes do programa ir ao ar. Ninguém gosta de todo mundo e no caso do SBT tenho péssimas lembranças do sub diretor do programa. Dácio Nitrini. por duas razões específicas.

Uma aconteceu quando ele mandou jogar fora uma notícia que eu ia dar de Marilia Gabriela que era amiga dele. E a noticia nada tinha contra a Marília mas sim era uma coisa que aconteceu quando ela foi ver uma peça de teatro. Eu conto para vocês. Na plateia a Marília Gabriela teve uma crise de ansiedade e decidiu abrir um pacote de biscoitos para comer enquanto via a peça. Ela mexendo no saco de biscoitos e mastigando, fazia barulho e as pessoas começaram a olhar para ela. E esta nota o Dácio não deixou ir ao ar. A outra coisa foi tão mesquinha que prefiro não revelar.

Mas tive o grande prazer de conhecer a Maisa Alves, diretora de comunicação do SBT e assessora particular de Silvio, uma mulher que dá um carinho tão grande a todas as pessoas do SBT, de uma humildade sem par, e que ficou minha amiga até hoje. O Silvio tirou o programa do ar em 35 dias. Tinha média de 5 e tinha patrocínio nacional.

Aqui Agora de 2008 foi a segunda edição de um programa que marcou época na TV do país e que encostou no ibope da TV Globo nos anos 90. O Aqui Agora é o pai do Cidade Alerta. Se foi bom trabalhar no SBT?  Foi muito bom, foi ótimo, pela experiência e pelo conhecimento adquirido, mesmo as coisas ruins que aconteceram que foram poucas em relação às coisas boas.

Não tive a oportunidade de conhecer na época o Fernando Pelégio, que é o diretor artístico e que é um homem de imenso conhecimento da área, o Murilo Fraga, grande conhecedor de programação de TV que conheci recentemente, e o Maciel, que hoje comanda o SBT e que conheci anos mais tarde. E o grande diretor Albino Castro, que hoje faz consultoria de redes de TV pelo país, ficou meu amigo íntimo e confidente.

Hoje estou contente atuando nos bastidores de uma grande rede de TV, aliás a segunda maior estrutura de comunicação do país Se eu um dia fiz planos de trabalhar no SBT? A vida é tudo aquilo que acontece quando fazemos outros planos.

Confira a participação de James Ackel no Aqui Agora: 


James Ackel é jornalista, diretor e produtor de teatro e televisão. Dirigiu e produziu o Especial Hebe na Band em dezembro de 2020.



Mais Notícias