Coluna Especial

Diretor da Band fala sobre retorno do esporte à emissora

José Emílio Ambrósio é diretor de operações e esporte da Band e escreve artigo à convite do NaTelinha

Diretor da Band fala sobre retorno do esporte à emissora
José Emílio Ambrósio - Divulgação/Band

Publicado em 20/02/2020 às 09:59:09 ,
atualizado em 20/02/2020 às 10:35:28

Por: Redação NT com José Emílio Ambrósio

Por algum tempo, todos nós de comunicação acreditamos que com a chegada da internet, a TV aberta estaria fadada ao fim ou no mínimo passaria a insignificância. Em um país com a dimensão e a desigualdade social como o Brasil, a TV aberta se mostra cada vez mais eficiente, como entretenimento gratuito e fonte de informação. Continua elegendo presidentes, influenciando comportamento e ditando tendências.

Luciano do Valle, Kiko e Paulo Roberto marcaram época com o Show do Esporte. A Band sempre foi, e é, uma referência, mesmo antes dos canais segmentados. NBA, sinuca, vôlei  futebol e grandes coberturas como Copas, Olimpíadas, Formula 1, etc, exigiram a mais diversificada equipe esportiva que uma TV aberta já teve.

O recall de “O canal dos esportes" é muito vivo ainda hoje na Band, fizemos história. Hoje temos várias fontes de entretenimento, cabos dos mais diversos, os aplicativos como Netflix, Amazon, DAZN, etc…Temos a visão nítida dos produtos que unem todas as diferentes classes sociais na TVs abertas ao mesmo tempo, as novelas, o jornalismo como meio de informação e também checagem da própria internet, o esporte por ter emoção, disputa, torcida e diversão. 

Novos tempos na TV aberta

Os tempos de agora são outros, mudança no mercado de anunciantes e o valor de direitos proibitivos para todas as emissoras. A Band está de maneira sólida e sem açodamento desenvolver novamente o esporte para um público definido de basquete, futebol feminino com exclusividade e o futebol de base, que sempre geraram excelentes audiências.

Os programas de linha, Jogo Aberto, Os Donos da Bola, Band Esporte Clube e Terceiro Tempo são competitivos nas audiências e comercialmente. São baseados em noticiário esportivo, comentários e fundamentalmente o bom humor. Afinal, esporte é legal, saudável e positivo como exemplo para sociedade.

A Band tem o melhor do basquete do mundo, na NBA e do nacional, o NBB, criando um exemplo e incentivo para todas gerações. No mercado de agora, já é perceptível um grande passo com um produto inquestionável de altíssima qualidade.

Acredito que não seja de um dia para o outro que a audiência adequada vem. Precisamos ter um pouco de tempo para que o público descubra que temos o melhor produto e a melhor qualidade na Band e passe a ser assíduo. Nosso objetivo é mostrar que o esporte é saudável, trabalho em equipe, que só transmite bons exemplos.


* José Emílio Ambrósio é diretor de operações e esporte da Band e escreveu este artigo à convite do NaTelinha.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!