Morto por piranhas

Levi de Pantanal diz que público não queria sua morte: "Tinha uma corrente"

Intérprete do personagem afirma que parte do telespectador queria sua permanência na história


Leandro Lima sendo entrevistado no Mais Você
Leandro Lima fala sobre a morte de seu personagem no Mais Você - Foto: Reprodução/TV Globo

Leandro Lima, o Levi de Pantanal, concedeu entrevista ao Mais Você desta terça-feira (14). O ator falou sobre a cena da morte por piranhas que gravou e que durou quatro horas. Além disso, ressaltou a torcida do público pelo seu personagem. "No começo, as pessoas queriam que o Levi morresse. Agora, no final, tinha uma corrente, estavam divididos", disse ele à Ana Maria Braga.

De acordo com ele, havia um pessoal na internet com a campanha "fica, Levi" nos últimos dias. A cena que culminou no seu fim na história foi dirigida por Davi Lacerda. "Ele quis fazer com muita vontade. Tenho que agradecer a equipe porque era um lugar difícil. A estrutura é um pouco difícil e foi graças a eles", agradeceu.

Ana Maria Braga exaltou a beleza do lugar da cena e confessou ser "pantaneira". "Adoro ir para o Pantanal. Pantanal e Amazônia são os lugares mais abençoados por Deus", disse a apresentadora do Mais Você. "Genuinamente brasileiro", completou Leandro Lima.

A cena da morte de Levi em Pantanal

Levi de Pantanal diz que público não queria sua morte: \"Tinha uma corrente\"

Na noite dessa segunda-feira (13), seu personagem foi morto por um ataque de piranhas. O desfecho cruel do peão foi cheio de reviravoltas no remake de Bruno Luperi. Primeiro, o personagem vivido por Leandro Lima tentou se abrigar na tapera de Juma (Alanis Guillen) para não morrer nas mãos de Tenório (Murilo Benício). Ele conseguiu convencer a protagonista ao dizer que, em troca da moradia, iria se livrar de uma vez por todas do personagem vivido por Murilo Benício.

O homem, no entanto, foi traído pelo seu próprio comportamento. Ele descobriu que Muda (Bella Campos) está em um relacionamento com Tibério (Guito) e tentou sequestrá-la por ter sido rejeitado pela moça. A namorada de Jove (Jesuita Barbosa), no entanto, conseguiu salvá-la a tempo e ainda deu um tiro no capataz para se vingar.

Ferido, o homem tentou fugir do Pantanal de barco, mas acabou por encontrar Tibério e Trindade (Gabriel Sater) no caminho. Ele trocou algumas ofensas com o "homem do capeta" e até mentiu para o companheiro de Muda de que tinha matado a menina.

No entanto, a discussão deixou Levi bastante alterado e ele caiu no rio enquanto o embate acontecia. O funcionário de José Leôncio (Marcos Palmeira) até tentou se ofereceu para ajudar o rival, mas o orgulhoso preferiu tentar se virar sozinho. Neste momento, um enxame de piranhas se aproximou do moço e o devorou vivo.

Cena durou quatro horas

Leandro Lima relembrou que a cena durou quatro horas para ser gravada e houve trabalho com dublê. "Esse trabalho muitas vezes tem certa invisibilidade, mas é muito importante", destacou ele.

O ator também falou sobre como a cena foi gravada. A equipe de efeitos especiais contou mergulhadores, e eles soltam tubos embaixo d'água com sangue cenográfico. "Esse é o efeito que as piranhas fazem", contou.

NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
Mais Notícias