Reportar erro
Textos inéditos

Multishow prepara especial com homenagem a Paulo Gustavo

Humorista vai ganhar homenagem da emissora

Paulo Gustavo falando
Paulo Gustavo terá homenagem no Multishow - Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 26/08/2021 às 09:55:45,
atualizado em 26/08/2021 às 11:16:42

Paulo Gustavo (1978-2021) vai ganhar um especial de fim de ano no Multishow. A emissora prepara uma homenagem ao comediante com textos inéditos que ele estava preparando para a série baseada em Minha Mãe é Uma Peça, informou o jornal O Globo desta quinta-feira (26). A diretora Susana Garcia e o roteirista Fil Braz, amigos do humorista, desenvolvem o projeto.

Ele começaria a gravar em fevereiro, mas como naquela época os números da pandemia estavam de mal a pior, os trabalhos foram adiados. O programa também iria ao ar no Globoplay e na Globo. A ideia, segundo o roteiro, era que a primeira temporada mostrasse Hermínia casada e com os filhos pequenos.

Na segunda, viria a adolescência dos filhos e logo depois, já adultos. O Multishow também vai homenagear o ator no Vai que Cola, sitcom que participou por anos e que agora está no ar nas noites de sábado da Globo. O primeiro episódio da nova temporada vai ao ar em novembro e será dedicado à ele.

A morte de Paulo Gustavo

O humorista faleceu em 4 de maio e estava internado em estado grave no Hospital CopaStar, localizado na zona sul da cidade. O ator era casado há cinco anos com o dermatologista Thales Bretas e tinha dois filhos gerados por barriga de aluguel. Com 11 anos de carreira, Paulo ganhou projeção no país com o sucesso da personagem Dona Hermínia no filme Minha Mãe é uma Peça (2013). A sequência do longa produzida em 2016 está entre os cinco filmes mais assistindo na história do cinema nacional.

Ao longo das últimas semanas de vida, sua assessoria de imprensa, amigos e familiares foram atualizando seu estado de saúde. No início, foi informado que a internação era para se precaver e o quadro não era grave. Só que, com o passar dos dias, a situação foi se agravando, até que em 2 de abril, chegou um comunicado explicando que ele estava sendo tratado por ECMO (Oxigenação por membrana extracorporal) e o estado de saúde era crítico.

Paulo chegou a reagir bem ao tratamento e até interagiu com a equipe médica, mas seu caso continuou grave. Um dia antes, chegou a reagir, mas poucas horas depois, não resistiu às complicações e faleceu.



Mais Notícias