Reportar erro
Ato do sábado

Datena critica manifestação contra Bolsonaro: "Não é o momento"

Apresentador deu sua opinião sobre o ato "Fora Bolsonaro"

Datena durante o Brasil Urgente; Bolsonaro fazendo coração com as mão
Datena criticou ato Fora Bolsonaro - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 31/05/2021 às 17:51:00

Durante o Brasil Urgente desta segunda-feira (31), José Luiz Datena criticou participantes do ato contra o presidente Jair Bolsonaro, ocorrido no último sábado (29). O jornalista detonou os manifestantes depois de informar sobre a decisão do Brasil em sediar a Copa América 2021. A opinião do apresentador sobre o assunto também foi em tom crítico, tendo em vista o número alto de mortes e casos de Covid-19 no país.

"É complicado! Eu não quero tirar o princípio democrático das pessoas em declarar em quem vão voltar, mas não é o momento. Na outra semana teve a passeata do Bolsonaro, nessa contra o Bolsonaro. Está tendo aglomeração. Vamos manter o princípio democrático a favor e contra Bolsonaro", afirmou o apresentador.

"Mas há democracia na porrada?  Gás de pimenta não combina, não tem cabimento uma coisa dessa. Além de gente morrendo com bala, do coração, de coronavírus, de fome e a gente ainda vai tornar a situação pior. E esses caras falando que não estão em campanha para Presidência, senado...", completou.

Veja a partir do minuto 4':

Datena detona Papa Francisco

Recentemente, Datena reagiu ao vídeo viralizado nas redes sociais e aplicativos de mensagem em que mostra o Papa Francisco fazendo uma brincadeira sobre o Brasil. Nas imagens, um padre pede orações para a nação tupiniquim e o pontífice afirma que o país "não tem salvação: é muita cachaça e pouca oração". Ao exibir a gravação no programa, Datena criticou a atitude do Papa e fez acusações ao Vaticano.

"Respondendo também ao Santo Padre, com todo respeito: Aí no Vaticano é muita oração e muito ladrão porque o que roubaram naquele banco do Vaticano não está no Gibi. Se nós tomamos muita cachaça e pouca oração, aí vocês rezam demais e roubam demais. Ele falou brincando, mas eu não estou brincando com negócio do ladrão", disse o jornalista, que se irritou ao vivo.

"Não pega bem. Não dá pra brincar com religião, ainda mais o Papa. O cara é o papa, mas não é Deus. Não pega legal esse tipo de brincadeira. Os caras já tratam tão mal os brasileiros. O senhor podia se desculpar com povo brasileiro, acho que ficaria melhor. Eu, como católico brasileiro, me sinto ofendido com essa brincadeira. Ele podia se conter com esse tipo de brincadeira, eu não acho legal", afirmou Datena.

 



Mais Notícias