Reportar erro
Ficou pistola

Datena se irrita com produção ao vivo: "Quando eu peço uma coisa, faz, pô"

Apresentador gritou com equipe durante o Brasil Urgente

Datena com braços abertos e boca aberta durante o Brasil Urgente
Datena se irrita com produção do Brasil Urgente - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 21/05/2021 às 20:10:00

Durante o Brasil Urgente desta sexta-feira (21), José Luiz Datena mostrava uma matéria sobre o drama de Adalberto, um aposentado que gasta tudo que ganha com remédios e, ainda, sofre com problemas no joelho. Ao anunciar a reportagem, o apresentador cobrou a produção se eles tinham arrumado um médico para operar o idoso. Diante da negativa da equipe, o jornalista pistolou.

"Ontem, falei sobre o drama do seu Adalberto, aposentado que gasta quase tudo que tem comprando remédios para sobreviver. Vocês conseguiram arrumar um médico pra conseguir operar o joelho dele? Não conseguiram? Senão vou ligar pro Neto, Lucas, Paulo (médicos)", disse o apresentador em tom alto.

"Vocês já foram atrás do médico? Vocês não foram atrás no médico para operar o homem? Então eu vou ter que ir atrás do médico então. Quando eu peço pra fazer uma coisa, faz, pô. Eu não sou político que fica prometendo coisa não. Nós estamos parecendo o governo, pô", pistolou Datena.

Veja o momento a partir do minuto 2h13:

 

Datena deixa escapar valor de sua aposentadoria

Datena revelou quanto ganha de aposentadoria. O apresentador, de 64 anos, estava mostrando uma matéria sobre o drama de um aposentado que luta para pagar suas contas com o valor mínimo que recebe do governo quando revelou a quantia disponibilizada todo mês em sua conta. O jornalista afirmou que ganha mais de R$ 4 mil e cobrou das autoridades a redução dos preços para os consumidores.

Mais cedo no programa, Datena acabou citando William Bonner ao fazer um crítica ao vivo. Tudo começou quando jornalista lia a notícia de que o preço do café subiu e que os consumidores estão escolhendo marcas mais baratas. Mas ao ver uma palavra não tão comum em programa de jornalismo popular, como o Brasil Urgente, Datena criticou e citou o colega de profissão da Globo, ao dizer que a palavra deveria estar no texto do Jornal Nacional e não de seu programa.



Mais Notícias