Reportar erro
Polêmica

Filha de Beth Carvalho reclama de censura na Globo ao pedir Lula sem polígrafo para Bial

"É censura e fere o legado político prioritário na carreira de Beth Carvalho", reclamou ela

Luana Carvalho e Pedro Bial
Luana Carvalho no Conversa com Bial: ela reclamou de censura - Foto: Reprodução/TV Globo
Redação NT

Publicado em 07/05/2021 às 11:25:31,
atualizado em 07/05/2021 às 16:27:06

Filha da cantora Beth Carvalho (1946-2019), Luana Carvalho reclamou que foi censurada pela Globo por pedir que Pedro Bial entrevistasse o ex-presidente Lula (PT) no Conversa com Bial. Ela concedeu entrevista e registrou o pedido ao jornalista, mas a edição acabou retirando essa parte.

"A entrevista no Conversa com Bial foi linda, a homenagem à minha mãe bem feita e merecida, mas cortaram a parte que digo que homenagem mesmo a ela seria ele entrevista o Lula, sem polígrafo, é censura e fere o legado político prioritário na carreira de Beth Carvalho", escreveu ela no Twitter.

O Conversa com Bial entrevistou Luana na madrugada desta sexta-feira (7). Ela deveria ter ido ao ar anteontem (5), quando Beth Carvalho faria 75 anos de idade, mas a morte de Paulo Gustavo (1978-2021) acabou alterando o cronograma.

Horas antes do programa ir ao ar, a produção da Globo comunicou a entrevistada que cortaria o que ela disse sobre Lula. A filha de Beth argumentou que isso não faria sentido, já que se tratava-se de uma homenagem e por vivermos um momento de pandemia complicado no país.

Procurada para comentar o assunto, a Globo se manifestou na tarde de hoje, detalhando o episódio e explicando que fez o corte para não antecipar que já estava em negociações para entrevistar Lula. Confira a nota na íntegra:

"Durante o papo no Conversa com Bial, quando a entrevista já tinha terminado, Luana Carvalho manifestou o desejo de que Pedro Bial entrevistasse o presidente Lula. A resposta do apresentador foi de que existia não só a vontade, mas como uma negociação em andamento para que a entrevista fosse realizada. Após a entrevista, o programa teve o cuidado de entrar em contato com Luana para explicar que não iria incluir o trecho citado acima, pois não queria antecipar a informação sobre a negociação e, caso o convite fosse aceito, a comunicação para o público deveria feita pelo próprio programa.

A gravação da linda homenagem a Beth Carvalho durou exatamente 62 minutos e é natural que o material passe por um processo de edição para se adequar ao tempo de exibição. Não houve, porém, qualquer censura à Luana Carvalho no programa exibido ontem. A menção ao posicionamento político da entrevistada, inclusive, foi exibido em outros momentos, mais precisamente no minuto 9:50 da entrevista".

Entenda a polêmica envolvendo Pedro Bial

Numa entrevista concedida ao Manhattan Connection em abril, Pedro Bial falou sobre personalidades que não iriam em seu programa, como Lula e Jair Bolsonaro (sem partido). "O Lula já até disse que gostaria de fazer o programa comigo, mas aí tinha que ser ao vivo. Pode até ser ao vivo, mas aí teria que ter um polígrafo acompanhando todas as falas dele."

Na ocasião, aliás, também criticou o atual presidente: "O nosso presidente vive em conflito. Ele se alimenta do confronto. Não fosse assim, teria agarrado a oportunidade de ouro há um ano, quando começou a pandemia, para ser o líder de toda a nação. Naquele momento todos aceitariam".



Mais Notícias