Reportar erro
Polêmica

Tino Júnior parabeniza operação no Jacarezinho e é detonado na web

Apresentador do Balanço Geral RJ foi criticado pelos seus comentários

Tino Júnior no Balanço Geral RJ
Tino Júnior é o apresentador do Balanço Geral RJ - Foto: Reprodução/Record
Redação NT

Publicado em 06/05/2021 às 17:03:00

O apresentador Tino Júnior foi criticado nas redes sociais nesta quinta-feira (6) por defender uma operação no bairro Jacarezinho, zona norte do Rio de Janeiro. O jornalista parabenizou, no Balanço Geral RJ, o trabalho feito pelos policiais, mas telespectadores da Record detonaram o comunicador, acusando-o de defender “chacina”.

“Operação com 24 mortos, casas destruídas, granada em loja, morador baleado, um monte de trabalhador na pandemia perdendo o dia de trabalho, 24 mães chorando  Esse merda do Tino Junior ainda fala que foi um sucesso. Operação? Não! Isso é chacina”, disparou uma usuária do Twitter.

“O que o Tino Junior fez hoje na Record é passível de justa causa. Além de dizer que a operação foi perfeita, ele disse que algumas mães dos mortos nem vão chorar domingo e sim ter um alivio. Olha a atrocidade que esse cara falou”, publicou outro internauta.

“Tino diz que morador gosta desse Estado dentro da favela. Isso que aconteceu hoje é um braço podre do Estado especializado em eliminar pobre. Estado dentro da favela é educação, saúde, saneamento, água energia elétrica, asfalto, moradia”, postou uma terceira pessoa.

O jornalista está desde 2014 comandando o Balanço Geral RJ e é muito querido pelo público, já que a atração tem uma das audiências mais altas da Record na cidade carioca. É comum a produção exibir operações e trabalhos de policiais em comunidades do Rio.

Confira a repercussão:

Tino Júnior defende o melhor trabalho

Para Tino Júnior, comunicação tem que ser popular, e não popularesca, entregando sempre o melhor trabalho. "São seis anos de uma luta excitante. De desafios maravilhosos. E sou movido pelo desafio. Sou completamente apaixonado pela televisão. A televisão me fascina. Comecei no rádio e a TV me fascina muito pelo imediatismo da audiência. A gente saber o que tá acontecendo. Cobrir com imagem”, afirmou em entrevista ao NaTelinha no ano passado.

Segundo Tino, seu principal desafio é não se contaminar com as notícias pesadas do noticiário. "Quando é um desabamento, um desastre, tem muitas notícias relacionadas a mortes, perdas. E o grande desafio é não me contaminar com isso. Ao mesmo tempo é difícil, porque você dá uma notícia pesada e você ter que tentar amenizar pra não pesar muito. Tenho muita cautela ao fazer isso".

Mais Notícias