Reportar erro
Ao vivo

Gritos de "Globo lixo" interrompem Jornal Hoje e Maju Coutinho reage

Reportagem mostrava abertura excepcional do comércio em Porto Alegre neste sábado (3)

Jeferson Ageitos e Maju Coutinho no Jornal Hoje
Jeferson Ageitos e Maju Coutinho foram surpreendidos por gritos em reportagem do Jornal Hoje - Foto: Reprodução/Globo
Walter Felix

Publicado em 03/04/2021 às 14:33:00,
atualizado em 03/04/2021 às 14:52:04

O Jornal Hoje fazia a cobertura da abertura excepcional do comércio no Rio Grande do Sul neste sábado (3) quando gritos de "Globo lixo" vazaram na transmissão ao vivo. A interferência foi em uma passagem com o repórter Jeferson Ageitos no comércio de Porto Alegre. Ele encerrou rapidamente a reportagem, mas Maju Coutinho, âncora do telejornal, não ignorou os xingamentos.

A notícia veiculada pelo Jornal Hoje mostrava a autorização do Governo do Rio Grande do Sul para a abertura do comércio não essencial neste sábado em todo o estado. Segundo Jeferson Ageitos, foi uma espécie de compensação, já que na Sexta-feira Santa, tradicionalmente data de grande faturamento nas lojas, muitas delas tiveram que permanecer de portas fechadas.

A reportagem flagrou filas na porta de lojas de chocolate, em que dezenas de pessoas se aglomeravam para fazer as compras de Páscoa. Ageitos classificou a situação como preocupante, citando a ocupação de leitos em Porto Alegre e a taxa de transmissão da Covid-19, ainda alta na cidade, como em todo o país.

Foi nesse momento que um homem começou a gritar "Globo lixo", termos captados pelo áudio do repórter na transmissão ao vivo para o Jornal Hoje. O xingamento foi repetido várias vezes. Ao final, o anônimo ainda frisou: "É isso que vocês são: lixo". Com a intervenção, o repórter rapidamente encerrou a passagem, informando que o comércio local poderá voltar a funcionar definitivamente a partir de terça-feira (6).

No Jornal Hoje, Maju Coutinho não ignora gritos de "Globo lixo" ao vivo: "A gente ouviu os xingamentos"

Gritos de \"Globo lixo\" interrompem Jornal Hoje e Maju Coutinho reage

O repórter manteve a postura e não reagiu à interferência, mas Maju Coutinho fez questão de comentar: "É isso, Jeferson. Somos solidários a você, que está trabalhando. A gente ouviu os xingamentos, mas você está trabalhando, cumprindo a sua função de informar e bem informar. Obrigada".

Nos últimos meses, a Globo vem sendo alvo de críticas por conta da cobertura da pandemia do coronavírus. Negacionistas acusam a emissora de explorar a proliferação da doença, duvidando do efeito devastador do vírus. Contrários ao lockdown, defendem que o comércio não pode parar de funcionar.

Em março, Maju Coutinho precisou se retratar, também no Jornal Hoje, após dizer que o "choro é livre", sobre as restrições impostas Brasil afora por conta da Covid-19. "Me desculpo pela expressão", disse a apresentadora no dia seguinte. "Elas [as restrições] são necessárias para evitar o colapso do sistema de saúde", explicou, na ocasião.

Assista:

 



Mais Notícias