Reportar erro
Saxofonista

Derico diz que Jô Soares estava desgostoso com o programa: "Acabou o tesão"

Músico do sexteto relembra Programa do Jô, que terminou há cinco anos

Derico no YouTube com fone
Derico diz o que pode ter causado fim do programa na Globo - Reprodução/YouTube
Redação NT

Publicado em 06/03/2021 às 18:06:12,
atualizado em 06/03/2021 às 18:17:09

O saxofonista Derico Sciotti, que integrou o Programa do Jô (2000-2016) falou ao programa Venus Podcast, no YouTube, sobre o fim do talk-show comandado por Jô Soares. O músico afirma que o formato criado por ele não tinha concorrente no início, o que mudou em 2016 com a chegada de Porchat na Record e Danilo Gentili no SBT. E diz que o apresentador estava desgostoso com a atração. "Perdeu o tesão", bradou.

"O Jô criou um formato que não tinha concorrente. Não existia alguma coisa que peitava o que ele fazia. O que começou a acontecer é que a Globo, por conta de estratégia, começou a dar aquela liberdade total, depois começou a tirar. Começou a ter algumas coisinhas que deram uma infernada no Jô. Você sacava que ele tava meio desgostoso. Perdeu o tesão. O filho dele morreu, quebrou ele no meio", recorda Derico.

Na opinião do músico, no entanto, o que pegou Jô é a chegada de programas parecidos com os dele, com uma linguagem mais nova. "Mas acho que começou a mais a pegar é que a concorrência que veio, veio num formato que ele não tava mais afim de peitar. 'Pra eu fazer um programa com essa concorrência que tá vindo'... Digo eu, vendo de fora. Ele não quis mais se moldar a um novo formato daquele programa que ele criou", opina.

Conversa com Bial é diferente, diz Derico

Derico diz que Jô Soares estava desgostoso com o programa: \"Acabou o tesão\"

"O que ele criou foi uma coisa. O que aconteceu, que virou uma febre, não sei o nome que se dá a isso... Ele não queria se moldar. E parou na hora. Pra fazer uma coisa que ele já tinha feito. É a mesma coisa se eu tiver um carro, e tiver que tirar uma roda pra concorrer com carros de três rodas. Ou uma marcha a menos, combustível diferente", compara.

A estreia do Programa do Porchat (2016-2018) na Record do The Noite no SBT desanimaram Jô Soares, segundo Derico. "Não são programas ruins, mas são a mesma linguagem. í que o Jô chegou e falou assim: não quero peitar esses caras, são mais novas, estão com o mesmo formato, mas uma postura diferente. Acho eu, posso estar falando a maior patocoada do planeta", admite.

Derico também opinou a acerca da saída de Faustão após 32 anos na Globo. "Não sei quais são as nuances ali. Mas eu acho que também sim [desgaste]. Acho que a visão da Globo está diferente daquela de 2016. Ela estava com cortes de gastos. Tirou o sexteto, passou a ser quarteto, diminuiu a equipe. Mas o programa estava na mesma", afirma.

"Estava tudo igual. O Jô dava renda, era um programa bacana. Era formador de opinião. Era um programa diferente. E veio o Conversa com Bial que não tem como comparar. Não tem comparação. É diferente. A postura do Bial é diferente", pondera ele.



Mais Notícias