Reportar erro
Retorno

Após pedir demissão da CNN, jornalista volta para a Globo no Ceará

Taís Lopes retorna à TV Verdes Mares

Taís Lopes
Taís Lopes está de volta à TV Verdes Mares, depois de passar pela CNN. Foto: Reprodução/Instagram
Diogo Cavalcante, com Gabriel Vaquer

Publicado em 04/03/2021 às 16:59:39,
atualizado em 04/03/2021 às 16:59:44

Taís Lopes está de volta à TV Verdes Mares, afiliada da Globo no Ceará. Nesta quinta-feira (4), ela esteve na sede da emissora, em Fortaleza, acertando os últimos detalhes de seu novo contrato. A jornalista ganhou notoriedade após ser convidada para o rodízio de 50 anos do Jornal Nacional e, posteriormente, ser contratada para a equipe que inaugurou a CNN Brasil, onde trabalhou até dezembro de 2020.

Segundo apurado pelo NaTelinha, Taís deve ganhar a bancada do CE2, jornal local noturno, equivalente ao SP2, ainda sem data prevista de estreia. Mas, procurada pela reportagem, a TV Verdes Mares apenas confirma a contratação da jornalista, sem especificar seu destino.

Taís tem 31 anos e é formada em Jornalismo pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Até 2019, comandava o Bom Dia Ceará. E foi sua atuação no programa que rendeu o convite para o rodízio do Jornal Nacional. Ela comandou a edição de 18 de outubro de 2019, na companhia de Thiago Roger, da TV Anhanguera do Tocantins. 

O desempenho no JN chamou a atenção de Douglas Tavolaro, CEO da CNN Brasil, que a convidou para a equipe do canal pago. Em novembro, sua contratação foi oficializada. "Os âncoras da CNN terão a cara do Brasil, representado pelas mais diferentes regiões e sotaques, incluindo o Nordeste. A Taís é uma jovem muito talentosa e já acumula experiência em praticamente todas as áreas do jornalismo", elogiou Tavolaro, em comunicado à imprensa, divulgado na época. 

Após pedir demissão da CNN, jornalista volta para a Globo no Ceará

Insatisfação levou Taís Lopes a sair da CNN

A CNN Brasil entrou no ar em março de 2020. Taís Lopes começou por lá como apresentadora do Agora CNN, exibido nas manhãs. Mas em junho, começou a passar por diversos programas - algo diferente do que tinha sido combinado na contratação -. Foi transferida para o Jornal da CNN, de William Waack, onde ficou como co-apresentadora, e passou também pelo Visão CNN e pelos plantões da madrugada. Também foi responsável pela cobertura das eleições americanas (América Decide).

Em dezembro, pediu demissão e fez um desabafo sutil em seu Instagram pessoal, contando sobre sua decisão. "Com toda a dedicação de quem acreditou integralmente nessa iniciativa, entrei de cabeça e dei o melhor de mim. Minha conduta profissional sempre foi pautada pelo total empenho, clareza e cuidado. Nessa dinâmica, confiamos receber o mesmo, para que todos possam desempenhar seus trabalhos no melhor ambiente e condições possíveis. Opto por me desligar em consonância com o que acredito e defendo", declarou.

Mais Notícias