Reportar erro
Luto

Luciano homenageia o pai e chora no É de Casa: "A Covid tirou o último abraço"

Diagnosticado como coronavírus, cantor sequer pôde comparecer ao velório de Francisco

Luciano Camargo chora ao falar sobre o pai, Francisco Camargo, em entrevista ao programa É de Casa, da Globo
Luciano chorou durante homenagem ao pai, Francisco Camargo, para o É de Casa - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 28/11/2020 às 14:45:00

Luciano, da dupla com Zezé Di Camargo, prestou uma homenagem ao pai em depoimento ao É de Casa deste sábado (28). O cantor relembrou a relação de carinho com Francisco Camargo, morto na última segunda-feira (23), aos 83 anos. Durante sua participação por vídeo no programa da Globo, o sertanejo, que está com Covid-19, lamentou não ter tido a chance de se despedir do genitor.

"Estive com o meu pai uma semana antes de ele falecer. No dia que descobri que estava com Covid-19, estava indo para a Goiânia. Da última vez que fiquei com ele, senti que era diferente. Senti que era o último abraço que estava dando no meu pai. Parece que eu já sabia que a gente não ia poder se despedir de verdade", afirmou Luciano.

Por conta do coronavírus, o artista se manteve em isolamento social e não pôde sequer comparecer ao velório do pai. "A Covid tirou o meu último abraço com meu pai, a despedida, e também tirou aquele abraço de conforto, que até agora não recebi (de ninguém)", relatou ao É de Casa.

Ele também afirmou que ainda busca entender o propósito de Deus para a morte do pai e aproveitou a chance para agradecer ainda à mãe, Helena, que deu amor e suporte ao patriarca durante toda sua trajetória. "Eu sei que vou abraçá-lo um dia, eu vou encontrar com o meu pai. Vou dar o abraço que não pude dar nele, lá", disse, em referência ao céu.

Pai de Zezé Di Camargo e Luciano ficou famoso ao ter sua história narrada no filme 2 Filhos de Francisco

Luciano homenageia o pai e chora no É de Casa: \"A Covid tirou o último abraço\"
Dáblio Moreira, Dira Paes e Ângelo Antônio no filme 2 Filhos de Francisco - Foto: Divulgação

Francisco Camargo morreu em Goiânia, após duas semanas internado em tratamento contra pneumonia, problemas nas funções renais, gástricas e cardíacas. Pai de Zezé Di Camargo e Luciano, ele ficou famoso em 2005, quando teve sua história narrada no longa 2 Filhos de Francisco, de Breno Silveira, um campeão de bilheteria. Na produção, o personagem foi vivido por Ângelo Antônio.

Os atores Dáblio Moreira e Marcos Henrique Sousa, que atuaram no filme sobre a dupla sertaneja, homenagearam Francisco em seus perfis nas redes sociais. Eles se tornaram conhecidos em todo o Brasil como intérpretes de Mirosmar (Zezé) e Emival, outro dos filhos do protagonista no longa-metragem.

"Para a família Camargo, uma perda incalculável. Para nós, filhos fictícios, também. A história desse homem representa uma sociedade inteira, uma trajetória marcada por luta, dedicação, frustrações, vitórias e uma pitada de loucura. 'Francisco só pode ser um louco mesmo!', dizia seu sogro quando aquele homem simples do campo colocou na cabeça que seus filhos seriam sucesso em todo o país", disse Dáblio em sua rede social.

Marcos Henrique Sousa publicou em seu Instagram uma foto ao lado de Francisco e ressaltou a humildade do pai de Zezé e Luciano: "Uma perda muito grande para todos que tiveram a honra e o prazer de conhecê-lo, de uma simplicidade tamanha que vai deixar muita saudade. Descanse em paz, sr. Francisco Camargo".



Mais Notícias