Exclusivo

Cotado para ser diário, "Programa da Maisa" fecha quinta cota milionária de patrocínio

Talk-show caminha para o seu quarto episódio como fenômeno comercial

Maisa Silva em seu programa
Divulgação/SBT
Foto do Colunista / Jornalista

Sandro Nascimento
i

Sandro Nascimento

O jornalista Sandro Nascimento assina colunas e reportagens exclusivas no NaTelinha. Também é correspondente da agência de notícias ZOOMINTV. Twitter: @SandroNascimm / E-mail: sandro@natelinha.com.br

Publicado em 03/04/2019 às 00:01:34 Atualizado em 03/04/2019 às 10:08:29

Para atender a fila de anunciantes dispostos a inserir suas marcas no "Programa da Maisa", o SBT precisou abrir duas cotas extras de patrocínio, somando um total de cinco, para o talk-show da estrela teen.

Nesta última segunda-feira (01), a área comercial da emissora fechou a quinta cota com a empresa de celulares Samsung.

O novo acordo, assim como acontece com os demais patrocinadores, dá direito a inserção da logo na abertura do programa e ações de merchandising diferenciadas dentro da atração co-apresentada pelo humorista Oscar Filho. 

Na semana anterior, o SBT já havia vendido a quarta cota extra para uma rede de departamentos. Agora, o "Programa da Maisa" possui como patrocinadores: Faculdade Uninove, Chiquinho Sorvetes, Coca-Cola, Magazine Luiza e Samsung.

Maisa se tornou um sucesso comercial no SBT. O NaTelinha apurou que cada cota negociada gira em torno de R$ 1,5 milhão. Somando ao salário fixo, por cada ação de merchan, a apresentadora de 16 anos embolsa um percentual do total pago pelo patrocinador.

Além de ser a nova queridinha do mercado publicitário, Maisa Silva vem conseguindo bons índices de audiência nas tardes de sábado do SBT. Ela bateu a Globo na estreia e se manteve à frente da Record no último sábado (30), com o placar de 8,1 pontos contra 4,2 do "Balanço Geral Especial".

Conforme o  NaTelinha publicou em primeira-mão, o "Programa da Maisa" pode deixar de ser semanal e se tornar diário a partir de 2020.

O diretor de planejamento artístico da emissora, Fernando Pelégio, nega que inicialmente tenha pensado em transformar Maisa numa espécie de novo Serginho Groisman, mas não descartou essa possibilidade em conversa exclusiva com a reportagem.

"Nada na televisão a gente fala não. Pode ser que amanhã ou depois a gente amanheça: 'poxa, realmente seria uma boa opção pra audiência e faturamento. Vamos maturar isso aí e vamos dar vida, deixar o programa mais forte pra ver o futuro dele se vai ser diário ou não. No final desse ano ela vai dar um break na escola. Ela vai precisar de um hiato. Ela tá muito cansada: trabalho, escola, trabalho ... No ano que vem a gente vê a disponibilidade dela", projetou Fernando Pelégio, com exclusividade ao NaTelinha.

Dentro do canal, apostar em Maisa para a grade diária é visto como uma estratégia para atrair o público jovem e recuperar o target perdido desde a saída do "Programa Livre", em 2001, quando Serginho Groisman migrou para Globo para comandar o similar, "Altas Horas".

"Ela tá agora lá, entrou na chuva para se molhar e vem disputando. O bom da Maisinha, também, é que tanto o sucesso não sobe a cabeça quanto os revezes também não abalam. Ela é impressionante como se adapta a tudo. É diferente. Maisa que trate de brigar  fazer um bom programa porque vamos esperar isso dela", completou o diretor.

Na próximo sábado (06), em seu quarto episódio, a apresentadora teen recebe o humorista Carlinhos Maia e o jornalista Leo Dias.

O “Programa da Maisa" tem direção de Lucas Gentil e vai ar a partir das 14h15.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!