No talk-show

Maisa comenta massacre de Suzano na estreia de seu programa

A apresentadora fez questão de gravar um recado, que foi exibido ao final

Maisa comenta massacre de Suzano na estreia de seu programa
Maisa, durante pronunciamento sobre Suzano - Foto: Reprodução

Publicado em 16/03/2019 às 16:40:00

Por: Laís Lubrani

Foi ao ar na tarde deste sábado (16), o primeiro "Programa da Maisa", novo talk-show do SBT. A  atração foi gravada antes do massacre que aconteceu em Suzano (SP), na última quarta-feira (13), mas a apresentadora fez questão de gravar um comentário sobre o assunto.

Ao final da atração, o SBT exibiu a opinião da jovem, que iniciou se explicando: "Oi gente, eu sou a Maisa e hoje estreou meu programa... Um momento de muito felicidade pra gente, pra todo mundo que tá aqui na plateia e pro Oscar (Filho). Mas infelizmente, nosso programa foi gravado antes da tragédia de Suzano e a gente não sabia que isso iria acontecer. Mas agora que foi divulgado e que gente ficou sabendo das vítimas, eu não poderia deixar de me manifestar publicamente. Eu já fiz isso nas minhas redes sociais. Mas agora que eu tenho esse espaço na televisão para falar eu acho muito importante que eu falo de paz para vocês".

Após, a adolescente mandou um recado: "Que a educação, que amor e que a paz reine acima de tudo. Que as crianças e que os jovens tenham compreensão em casa, nas escolas e no meio do convívio social com seus amigos. Que a gente sempre olhe para o próximo, que converse com nossos amigos e que a gente não se esqueça que as pessoas têm sentimentos. Um beijo. Que a paz e o amor reine nesses final de semana e no inteiro e vamos com tudo".

Veja o vídeo:

A atitude da apresentadora também gerou repercussão no Twitter:


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!