Reportar
erro
Entrevista Exclusiva

Ator de Aruanas questiona reação sobre beijo gay: "Se fosse um beijo hétero?"

Vitor Thiré fala da influência da bisavó e do avô famosos na carreira


Vitor Thiré em foto posada sorrindo
Vitor Thiré interpreta um ativista gay em Aruanas - foto: Karen Gadret
Por Taty Bruzzi

Publicado em 09/02/2022 às 04:30:00,
atualizado em 09/02/2022 às 10:30:54

Em Aruanas, Vitor Thiré interpreta o advogado e ativista André. Na segunda temporada da série do Globoplay - atração do cinema do líder do BBB22 nesta quarta-feira (9), na TV Globo -, seu personagem se envolve com o vilão Théo (Daniel de Oliveira), com quem protagonizou uma cena de beijo que deu o que falar nas redes sociais. Em conversa exclusiva com o NaTelinha, o ator opina sobre todo esse burburinho.

"A cena do beijo de André e Theo teve uma ótima repercussão com o público. Muito pela própria sequência em si, que foi espetacular, e muito também por, infelizmente, um beijo gay ainda 'chocar' muita gente. Se fosse um beijo hétero, teria a mesma repercussão?", questiona.

Sobre a parceria com o colega de elenco, Vitor diz que não poderia ter sido melhor. "O Dani é um super parceiro, um grande ator e uma pessoa extraordinária. Com o clima leve, sinceridade e troca genuínas, a cena simplesmente fluiu", comemora.

Ator de Aruanas questiona reação sobre beijo gay: \"Se fosse um beijo hétero?\"

Já a respeito do seu papel, o ator conta de onde buscou inspiração para compor o advogado da ONG homônima. "Durante o laboratório para a segunda temporada da série pude visitar a Alesp, e lá pude conhecer advocacys e integrantes desta mesma bandeira: a que luta pela vida", recorda.

"Tive o privilégio de conhecer um pouco a deputada Érica Malunguinho, que é simplesmente uma aula em pessoa. Além de todo esse workshop incrível, e da preparação com a magistral Amanda Gabriel, procurei me inspirar nos ativistas que de fato botam a cara à tapa, vão para Brasília e falam por milhares de vozes que têm esse apelo em comum: salvar o Planeta", detalha.

A estreia da produção na plataforma de streaming da Globo, em 2019, coincidiu com as denúncias de queimadas e do desmatamento desenfreado da Amazônia no atual governo. Vitor é enfático ao afirmar que já passou da hora de discutir sobre a preservação do nosso planeta.

"Infelizmente, enquanto estou respondendo à esta pergunta há centenas de árvores sendo desmatadas, inúmeros animais morrendo entalados com plástico, lideranças indígenas sendo mortas, aldeias devastadas, milhões de hectares queimando...", lista.

"E a desgraça não acaba por aí. Portanto, é mais que urgente não só falarmos sobre, mas agirmos em favor do meio ambiente. Não é que 'agora, chega!'. Já 'chega!' há muito tempo!", dispara.

Com duas temporadas já disponíveis, e a boa aceitação do público, ainda não se sabe se Aruanas terá uma terceira temporada. O ator lamenta. "Não existe nada concreto, mas espero muito que continue, pois, infelizmente, existem muitos crimes ambientais que precisam ser denunciados", torce.

"Me ensinaram a seguir em frente"

Neto de Cecil Thiré e Bisneto de Tônia Carrero, Vitor fala com carinho da importância destes grandes artistas em suas escolhas, mas nega que tenha sentindo o chamado "peso" na hora de atuar. "Ser desta família é um dos principais motivos que faz com que eu continue nesta profissão linda e difícil", garante.

"Nunca senti esse 'peso', pois na hora H [ou no palco, ou depois do 'ação'], eu sinto eles comigo. Literalmente, sinto na veia essa força. Então, é só combustível para continuar. Tanto minha bisa quanto meu avó me inspiraram, principalmente, a seguir em frente, a enxergar que se é realmente isso que eu amo, [e é!], que devo ir de cabeça!", relata.

Ator de Aruanas questiona reação sobre beijo gay: \"Se fosse um beijo hétero?\"

E se é para falar sobre desafios na carreira, Vitor aponta o bandido Fió do filme "Intervenção", original da Netflix. "Acredito que a maior dificuldade em interpretar o Fió tenha sido me conter nas cenas de ação", avalia.

"Eu queria, literalmente, me jogar em cada cena. E, em algumas delas, acabei até saindo com uns arranhões", recorda, sorrindo. "Nada grave, ossos do ofício. Faz parte". brinca.

Ainda sobre cinema, Vitor poderá ser visto também na comédia "Cedo Demais", com estreia prevista para este ano. E a agitação não para por aí. O ator finaliza conversa insinuando sua volta ao teatro. "O público pode esperar coisas incríveis nos palcos que estão por vir. Só posso dar um spoiler: será imperdível!", conclui.

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias