Endiabrada

Pantanal: Possuída, Irma choca ao dizer quem está em seu corpo: "Cramulhão"

"A morte está rondando esta casa", adverte a ruiva na fazenda de José Leôncio


Camila Morgado como Irma em cena da novela Pantanal, em exibição na Globo
Em Pantanal, Irma engravida de Trindade e passa a desenvolver capacidades paranormais - Foto: Reprodução/Globo

Em Pantanal, Irma (Camila Morgado) será mais envolvida por Trindade (Gabriel Sater) do que gostaria. Nos próximos capítulos da novela, em exibição na Globo, a ruiva será possuída pela “cramulhão” a quem o amado vendeu a alma. “A morte está rondando esta casa”, adverte a moça na fazenda de José Leôncio (Marcos Palmeira).

Nas próximas semanas de Pantanal, José Lucas (Irandhir Santos) será vítima de um atentado a tiros. A essa altura da história, Zefa (Paula Barbosa) já terá saído de casa de Tenório (Murilo Benício) e, empregada na casa de José Leôncio, dirá aos patrões que foi o marido de Maria Bruaca (Isabel Teixeira) o mandante do crime.

“Ela não está mentindo”, garante Irma, possuída pelo cramulhão. No decorrer da trama, a moça engravida de Trindade e desenvolve atividades paranormais durante a gestação. Já o violeiro some no mundo após a gravidez da amada e só retorna nos últimos capítulos, para ajudar no parto e fazer um pedido inusitado ao novo affair da ex-ficante.

A convicção com que Irma garante que Zefa está dizendo a verdade surpreende a todos. “E quem é que está falando, é você ou o cramulhão?”, pergunta José Leôncio, já sabendo dos poderes sobrenaturais desenvolvidos pela hóspede. Ela não apenas confirma como faz um aviso que deixa a todos de cabelos em pé:

“Cramulhão! Ele tá soprando no meu ouvido que a morte está rondando esta casa!”

Em Pantanal, Trindade deixa herança satânica para Irma

imagem-texto

Durante a conversa na fazenda, José Lucas desconfia que o capataz de Tenório tenha mesmo disparado o tiro contra ele. “Não pode ter sido aquele peãozinho porqueira”, duvida. “Mas a bala tá queimando no seu peito, não está, José Lucas? Você não tá sentindo?”, questiona Irma, com a voz alterada.

José Lucas diz: “A bala, o Velho do Rio tirou. É claro que, de vez em quando, eu sinto a ferida que tá por dentro”. Já Irma devolve: “É um aviso pra ocê não esquecer. Ocês tiveram o diabo aqui, preso, e soltaram ele”. O linguagem e o sotaque impressionam Mariana (Selma Egrei), que questiona “Que jeito de falar é esse?” e ouve da filha:

“Não é ela quem tá falando, não, Dona Mariana. Sou eu! Trindade!”

Apesar dos dias dignos de um filme de terror, a irmã de Madeleine (Karine Teles) deve ter um final feliz na novela. O fim da personagem é ao lado de José Lucas, que cria ao lado da amada o filho de Trindade. Na última cena do casal na trama, ele aparece tentando convencer a moça de que não há nada de errado com o bebê, que ela desconfia ter herdado os poderes do pai biológico.

Todos esses acontecimentos se darão nas próximas semanas caso o remake da Globo tenha o mesmo desenrolar da trama original. A novela assinada por Bruno Luperi é uma adaptação do texto de seu avô, Benedito Ruy Barbosa, que foi ao ar na Manchete em 1990. Até o momento, a história tem sido fiel à primeira versão.

 

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias