Vidas perdidas

Guerra na Ucrânia: Documentário retratará primeiro mês do conflito

Invasão russa começou em 24 de fevereiro


Vladimir Putin e Volodymyr Zelensk em foto montagem
Vladimir Putin e Volodymyr Zelensky; guerra está longe do fim - Foto: Divulgação
Por Thiago Forato

Publicado em 05/07/2022 às 09:35:57,
atualizado em 05/07/2022 às 11:29:59

A Organização de Produtores Ucranianos juntou-se à produtora Gingers Media para fazer um documentário sobre o primeiro mês da Guerra na Ucrânia, que foi invadida pela Rússia no final de fevereiro. Against All Ods (Contra Todas as Possibilidades no título provisório) está em plena produção e terá o apoio do Centro Ucraniano de Estratégias de Defesa.

Os autores vão explorar como a Ucrânia conseguiu frustrar os comandados de Vladimir Putin, conforme informou o Deadline na manhã desta terça-feira (5). Os produtores adiantaram que haverá mapas em CGI da Ucrânia e os participantes das batalhas vão narrar todos os acontecimentos.

A produção apresentará especialista militares e seu lançamento está previsto para o outono deste ano no hemisfério norte, isto é, nossa primavera (entre setembro e dezembro).

"Muitas pessoas já esqueceram os primeiros dias de guerra, quando consideraram que a Ucrânia se renderia em 72 horas. Por que eles estavam errados? Como a Ucrânia sobreviveu? Os principais especialistas mundiais superestimaram o exército russo ou subestimaram a Ucrânia? Ainda não sabemos a resposta para essas perguntas, mas queremos encontrá-las."

Igor Storchak, cofundador da OUP e produtor da Gingers Media

Guerra na Ucrânia completará cinco meses

imagem-texto

A invasão russa começou em 24 de fevereiro e não tem previsão para terminar. Milhares de combatentes foram mortos, as cidades foram reduzidas a escombros e outras milhões de pessoas deixaram suas casas. Foi o maior ataque a um estado europeu desde a Segunda Guerra Mundial.

O diretor do documentário sobre a Guerra na Ucrânia, Artem Litvinenko quer contar o conflito também em dados. "Como esse ataque foi repelido? A que custo? Todas são perguntas muito importantes e difíceis, e as respostas muitas vezes são chocantes. Quantas armas russas foram destruídas? O quão grande foi a destruição e o terror contra os civis? Quando você vê com os próprios olhos, pode imaginar uma imagem terrível dessa guerra", lamentou.

A Organização dos Produtores Ucranianos (OUP) é um grupo de sete produtores do país fundado em março deste ano. Eles realizam documentários e reportagens sobre as consequências da invasão russa. Atualmente, estão trabalhando em seis documentários e um filme de ficção.

Os danos da Guerra da Ucrânia

Até hoje, a Rússia nega que matou civis inocente. O país repete que a operação visa apenas proteger os falantes de russo dos nacionalistas. A Ucrânia, por sua vez, rebateu diversas vezes dizendo que o argumento dos seus algozes é completamente infundado e tem o objetivo apenas de tomar seu território.

Desde então, a Guerra na Ucrânia desencadeou uma crise global de energia e alimentos não só na Rússia, mas em todo o mundo. Por lá, existe a pior crise econômica do país desde a dissolução da União Soviética, em 1991.

Para Vyacheslav Volodin, presidente da Câmara Baixa do Parlamento da Rússia, a Ucrânia se tornou um "estado terrorista" e classificou o presidente Volodymyr Zelensky como um chefe de "regime criminoso".  A Rússia vem assumindo o controle de várias cidades e regiões ucranianas. A guerra não tem previsão de término no Velho Continente. 

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias