Reportar erro
Exclusivo

Netflix não negocia com Silvio de Abreu, afirma plataforma

Plataforma pretende produzir novelas no Brasil, mas ex-autor da Globo não está nos planos

Silvio de Abreu posa para foto sorrindo
Silvio de Abreu não vai escrever para a Netflix - Foto: Divulgação
Daniel César

Publicado em 16/07/2021 às 05:59:00

A primeira novela da Netflix no Brasil não será escrita por Silvio de Abreu, embora seja este o comentário geral nos bastidores de quem acompanha o universo da dramaturgia. E quem garante isso é a própria plataforma, que foi taxativa ao cravar que não há qualquer negociação com o ex-executivo da Globo e que ainda não existe nenhuma produção fechada neste formato.

Segundo apurou o NaTelinha, o nome do antigo diretor de dramaturgia da Globo começou a ser dado como certo nos bastidores, inclusive sendo tratado como contratado por algumas produtoras que trabalham com a Netflix e pessoas ligadas ao autor também chegaram a confirmar a provável contratação. Ele deixou a emissora carioca neste ano, após ser substituído no cargo por José Luiz Villamarim, em meio à reestruturação que também trocou o chefe de entretenimento, com Ricardo Waddington assumindo a função.

Mas, enquanto algumas produtoras tentavam se oferecer para dar cabo do projeto ao lado de Silvio de Abreu, a Netflix jogou um balde de água fria ao responder taxativamente que Silvio de Abreu não irá escrever a primeira novela para o serviço de streaming no Brasil. E a resposta chamou a atenção porque não se trata de negociações que não avançaram, mas que as partes nunca se reuniram.

Oficialmente a resposta foi de que "a Netflix não está em nenhuma conversa com o autor", mas nos bastidores da empresa ninguém sabe sequer como surgiram esses boatos, que cresceram a tal ponto de serem tratados como fato, já que não houve interesse em produzir uma novela de Silvio de Abreu pelo serviço de streaming.

Netflix não quer novelas comuns

imagem-texto

A plataforma não critica nem elogia o trabalho de Silvio de Abreu, mas entende que as produções para a plataforma precisam ter uma estética diferenciada e não acredita na possibilidade do novelista mudar seu estilo que o consagrou, tanto no horário das 19h quanto no das 21h e essa marca autoral tão próxima da Globo não é interessante para a Netflix neste momento, segundo explicaram fontes ligadas à empresa.

O NaTelinha apurou que já houve projetos enviados para a plataforma e por autores experientes, mas que foram rejeitados pela cúpula, que ainda não tem uma novela aprovada para ser colocada em produção. Nos corredores da Netflix ninguém acredita que haverá uma novela brasileira em 2021, mas o trabalho é para que o plano se concretize ainda no primeiro semestre de 2022.

Silvio de Abreu

imagem-texto

Um dos autores mais consagrados do Brasil, Silvio de Abreu é responsável por obras icônicas como Guerra dos Sexos (1983), Rainha da Sucata (1990), A Próxima Vítima (1995) e Belíssima (2005). O último trabalho assinado por ele foi no remake de Guerra dos Sexos (2012), antes dele assumir o posto de chefão da dramaturgia da emissora carioca.

Como diretor, Silvio foi responsável pela renovação do elenco de autores e pelo afastamento de nomes como Manoel Carlos, Benedito Ruy Barbosa e Walter Negrão, além de promover novos roteiristas como Daniel Ortiz, Maria Helena Nascimento e Cláudia Souto. Embora tenha conseguido boas audiências com algumas tramas, sua gestão ficou marcada pelo período mais longo em que a Globo ficou sem ganhar um Emmy Internacional, quebrado no ano passado.



Mais Notícias